Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Master Shot - Onde é que eu já vi isto? (RomCom)

por Catarina d´Oliveira, em 05.03.09

 

1. As protagonistas apaixonam-se continuamente pelos seus amigos homossexuais, demonstrando a ironia trágica do amor.

 

2. OK, numa comédia romântica as mulheres DEVEM usar maquilhagem completa em cada uma das seguintes situações: dormir, tomar banho, perseguições implacáveis e intermináveis, pré-história...
 

3. Não importa como o homem é; a mulher será exactamente o oposto. Quanto mais ridiculo o contraste melhor: rapaz riquíssimo/rapariga muito pobre; rapaz vive no séc. XVII/rapariga vive no séc XXI, rapaz morto/rapariga viva... Quanto mais duvidarmos que é possível acabarem juntos, melhor é a forma de começar uma comédia romântica.

 

 

4. Outro ponto essencial são os amigos esquisitos; eles proporcionam momentos de comic relief, dão conselhos sábios (ou não) ou confundem ainda mais o já baralhado protagonista. Alguns estereótipos comuns são:
a) Mulher: o amigo homossexual e duas raparigas (uma afro-americana e outra feia e/ou gorda)
b) Homem: ou tem um melhor amigo ou um grupo de amigos que, realmente, nunca o compreendem.

 

5. Se o herói do filme é um homem gordo ou extremamente feio, as leis ditam que uma mulher atraente se apaixone por ele mesmo no final do filme; tudo pelo charme e sentido de humor claro!

 

6. Há sempre um grande evento social com música, comida e dança (ex: casamentos, cocktails, inaugurações).

 

 

7. As melhores comédias românticas iniciam-se com a dupla protagonista em que um não quer ter absolutamente nada a ver com o outro. (Normalmente a fase do “ódio mútuo” é muito mais engraçada do que a da atracção)

 

8. Não importa se o espaço é infinitamente grande ou microscopicamente pequeno; os nossos protagonistas vão-se cruzar “acidentalmente” três ou quatro vezes seguidas em lugares estranhos.

 

9. Se o filme é orientado para um público adolescente, é muitíssimo provável que haja doses industriais de sogros; especialmente, o pai da rapariga.

 

10. Uma banda sonora nostalgica e (por vezes) pirosa é um elemento obrigatório

 

 

11. Já que é raríssimo haver protagonistas feias, as que começarem dessa forma só o fazem para, ao longo do filme serem alvos de uma radical transformação.

 

12. Milhares de filmes devem conter uma parte em que a mulher ainda está na fase de odiar aquele “parvo nojento” e que lhe deseja que morra longe ou algo de género. Nessa altura, o homem beija-a à força e, apesar de se debater inicialmente, é inevitável que segundos depois já esteja a agarrar-se a ele (o que na realidade acontece mooooontes de vezes...)

 

13. O casal TEM imperialmente de acabar o namoro a certa altura. Caso contrário, como é que faziam as pazes?

 

 
 

14. Um mal-entendido estúpido acontece lá pelos ¾ do filme e causa uma violenta discussão que, normalmente, termina com o rompimento. Normalmente acontece com os homens que são apanhados em situações comprometedoras (a ajudar uma outra mulher talvez) e aos quais não é dada qualquer oportunidade de explicar o que aconteceu.
 

15. Depois do mal-entendido finalmente ser compreendido pela parte acusadora, é praticamente impossível os protagonistas encontrarem-se no mesmo espaço, já que inexplicáveis fenómenos temporais os fazem desencontrar-se por questões de centésimos de segundo.
 

*** *** ***

 

Outras publicações do "Onde é que eu já vi isto?" :

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D