Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Oscars 2009 - Relembrando a noite de glória

por Catarina d´Oliveira, em 23.02.09

 

Noite de Glória. Sim. Há muito tempo não éramos brindados com uma cerimónia que funcionasse tão bem na generalidade e que mantivesse sempre um ritmo agradável.

 

"Change has finally come" diz, às tantas, um enérgico e electrizante Hugh Jackman. E com razão!

 

A mudança já tinha sido tentada em várias ocasiões em edições anterirores.

Se o apresentador vinha a abrilhantar mais a festa, os pormenores e sequências intra e inter-premiações pecavam pela falta de dinamismo. Se a cerimónia em si parecia tomar um melhor caminho, o apresentador ou qualquer outro elemento não funcionava correctamente... Como se sabe, para uma mudança de sucesso e para que a própria evolução tenha lugar, o erro e a aprendizagem fazem, obrigatoriamente, parte do processo.

Este ano a lição foi estudada e (muito) bem aprendida.

 

 

Hugh Jackman acompanhado de alguns parceiros especiais dirigiu um espectáculo clássico e glamouroso, pintalgado por traços de genialidade como a sequência inicial "poupadinha" sobre os grandes nomeados da noite, ou o espectacular número musical dirigido por Baz Luhrmann. Mantendo a realidade musical sempre presente ao longo da noite, outro grande momento se proporcionou quando Queen Latifah subiu ao palco para homenagear aqueles que partiram em 2008 com uma lindíssima versão de "I'll be seeing you", coroada magistralmente com um diálogo de Paul Newman.

 

In Memoriam

 

Também me agradou a alteração na entrega dos prémios de representação com grandes vencedoras passadas a honrar as presentes protagonistas. Houve, no entanto, tiros ao lado nas escolhas com alguns apresentadores nestas categorias...talvez estivessem já "passados" demais, pelo que me pareceu que alguns dos actores homenageados ficaram a perder pelo apresentador que lhes "calhou" em sorte...mas, e focando novamente o positivo, Whoopi Goldberg deixou-me umas saudades....

 

 

No geral, muitos dos outros apresentadores também contribuíram em muito para o sucesso da noite. Lembro agora as intervenções divertidíssimas de Steve Martin e Tina Fey (apresentando Argumento Original) e a tirada hilariante de Jack Black ao referir que, fazendo um filme na Dreamworks, utiliza depois todo o dinheiro para apostar na vitória da Pixar (bem Jack este ano parece que ganhaste outra vez!).

 

Como se esperava, Bill Maher ficou encarregado da apresentação dos documentários e, desta vez também, como se esperava, as suas piadas não tiveram grande recepção (eu pessoalmente gostei!)... Mas como ele próprio referiu, apesar de o país ainda não aceitar abertamente estas críticas "tabu", é um grande feito existir a liberdade de produzir filmes que vão contra as concepções gerais, aceites e adoptadas pela maioria da comunidade. Além do mais, a religião é e será sempre uma ferida infectada que dói ao tocar.

 

 

Outro ponto que achei extremamente positivo foi a atitude do presidente da Academia, Sid Ganis, que abdicou do habitual (e por vezes monótono) discurso anual em detrimento de uma noite mais leve e ritmada. Uma vénia a Ganis pelo honroso sacrifício!

 

A mudança não foi radical. Mas não o sendo, não significa que não tenha sido bem sucedida. Para fim foi! Só foi pena ser realmente uma noite de confirmações e não surpresas... não houve nenhum discurso abusrdamente emocionado de uma vitória absolutamente inesperada...o que faz sempre falta. Mas não se pode ter tudo não é? E a haver um Oscar para a melhor cerimónia, esta edição seria, sem qualquer dúvida, uma das favoritas à vitória. Venham mais assim!

 

Ficam alguns dos discursos mais esperados da noite.

 

Slumdog Millionaire - Melhor Filme

 

Sean Penn - Melhor Actor

 

Kate Winslet - Melhor Actriz

 

Danny Boyle - Melhor Realizador

 

Familiares de Heath Ledger - Melhor Actor Secundário

 

Penélope Cruz - Melhor Actriz Secundária

 

Dustin Lance - Argumento Original (Milk)

 

Como referi, talvez os números musicais tenham sido a maior surpresa sem a serem da noite. De facto, já sabíamos que iam existir...o que não sabiámos é que seriam tão bem orquestrados, coregorafados e, claro, interpretados. Enquanto é possível (provavelmente os vídeos serão retirados do Youtube mais cedo ou mais tarde), vejam ou revejam os grandes momentos de Jackman e companhia que trouxeram realmente os musicais de volta!

 

Abertura

 

Musicals are Back!

 

*** *** ***

 

A terminar, deixo-vos com o Preview  dos Filmes a estrear em 2009 passada nos créditos dos Oscars.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D