Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Deep Focus - A Curiosa Criação de Benjamin Button

por Catarina d´Oliveira, em 15.01.09

 

 

Estreia hoje nas salas portuguesas um dos mais intrigantes e esperados filmes do ano: The Curious Case of Benjamin Button, a história de um homem que nasceu velho e que, ao longo da vida, vai ficando mais jovem num processo evolutivo em tudo contrário ao nosso. A fita realizada por David Fincher tem tido reacções mistas relativamente ao argumento e enredo, contudo, é unâmine que este Benjamin Button é uma autêntica revolução em termos técnicos, abrindo novas portas às possibilidades impossíveis do Cinema Actual. Hoje o Close-Up traz um pequeno artigo especial que explica sumariamente o processo de criação da carsimática personagem.

 

*** *** ***

 

ATENÇÃO: Leitura aconselhada apenas a quem JÁ VIU o filme.

 

The Curious Case of Benjamin Button era uma daquelas histórias fantásticas: admirada por muitos, mas que ninguém ousava pegar para adaptação cinematográfica; “é impossível fazer um filme disto!” diziam…


David Fincher recusou-se a aceitá-lo e agarrou-se com unhas e dentes ao corajoso projecto iniciando um longo e árduo caminho. A Digital Domain foi a empresa de efeitos especiais escolhida por Fincher para dar conta do recado “impossível” que era ajudar a criar Benjamin Button.


Depois de longos meses de várias tentativas falhadas, a solução parecia clara: Brad Pitt interpretaria Button até o seu corpo lhe permitir. Mas esta não era uma das supostas partes impossíveis do projecto;  seria sim quando o personagem fosse fisicamente mais velho e, consequentemente, mais “mirrado” em termos corporais. Decidiu-se então que o corpo que veríamos no ecrã seria de actores duplos, colocando-se posteriormente a cabeça de Pitt.

 

Mas… que diabo… como fizeram eles isto? Vejamos...

 

1ª FASE
O departamento de maquilhagem inicia um minucioso e complexo trabalho de criação de vários moldes em tamanho real da cabeça de Brad Pitt.

Concluída a tarefa, é tempo de começar a deitar os “pozinhos mágicos” e envelhecer os tais moldes. Desta forma, havia um exemplar para cada período da vida de Benjamin Button: com 80 anos, com 70 anos, com 60 anos, por aí fora.


Esta primeira etapa termina com o scan destes agora novas maquetas para o computador.

 

2ª FASE
Com um software de ponta, a Digital Domain usou um sistema de captura de movimentos para recolher dados intermináveis sobre mais de 120 expressões faciais de Brad Pitt. Para quê? Para que se tenham disponíveis todas as informações possíveis e imaginárias acerca do dinamismo e movimento facial do actor, permitindo assim, por exemplo, saber exactamente como se move uma sobrancelha ou uma ruga quando Pitt esboça um rasgado sorriso.


Forma-se assim uma autêntica base de códigos que explicam e conseguem prever absolutamente tudo o que a cara de Brad Pitt pode fazer - movimentos faciais, plasticidade, enrugamentos, etc.


3ª FASE
Num período mais jovem da sua vida cronológica, Benjamin Button é um mirrado velhote com a mente de uma criança. Ora nesta altura, David Fincher dirigiu em New Orleans várias cenas com diferentes Benjamin Buttons que não reconhecemos ou lembramos quando estamos confortavelmente sentados a assistir ao filme. A verdade é que, obviamente, o corpo que vemos no ecrã não é de Brad Pitt mas sim de duplos, se é que assim os podemos chamar.


Estes “actores corpo” usaram um capacete azul especial que servia para, mais tarde, ser possível eliminar digitalmente a sua cabeça e colocar no mesmo lugar a cabeça de Brad Pitt.
Algo que me impressiona é a pouca atenção que é dada a estes importantíssimos actores “sem cara” que, mesmo não tendo diálogos ou intervenção directa, são também eles que dão personalidade a Benjamin exprimindo-se eximiamente pela movimentação e expressão corporal. Aos duplos Robert Towers, Tom Everett e Peter Donald Badalamenti II, uma grande vénia!


4ª FASE
Brad Pitt, hora de voltar à labuta! Numa soundstage, sentado numa máquina que o mantém fixo e imóvel, está rodeado de câmaras de alta-definição que capturam não só som mas ainda mais movimentos e trajeitos faciais.

 

5ª FASE

Com um poderoso software de tratamento de imagem, a Digital Domain junta finalmente as performances de Pitt com a base de dados e códigos das suas expressões faciais, inserem electronicamente a face envelhecida e, por fim, substituem a cabeça de Pitt no corpo dos duplos!

 

 


Fácil não é?


Esta fase particular da vida de Benjamin Button (quando teria, fisicamente, mais de 70 anos) envolveu o trabalho de mais de 150 profissionais de efeitos visuais e intermináveis horas de trabalho.

 

 

 

O resultado? Uma mistura perfeita que a história do cinema recordará, certamente, nas suas páginas de glória.

 

*** ***

 

Para os interessados, podem dar um pulinho até à página da crítica ao filme aqui no blog.

 

*** ***

 

Imagens e fonte de informação: NYTimes

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D