Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Um desabafo - Sobre a pataquada dos Sophias...

por Catarina d´Oliveira, em 13.09.13

É sempre a mesma história - antes chorava-se porque não havia, agora reclama-se porque há.

 

A constituição da Academia Portuguesa Cinema foi um passo crucial para o Cinema Português. Diz-se aqui Cinema e não Indústria porque referir uma indústria como aquilo que existe no nosso país seria puramente inocente - não há apoio, não há projeção, não há sustentabilidade, não há garantias... é o salve-se quem puder, e infelizmente é assim que vai (sobre)vivendo o nosso Cinema.

 

 

Voltando à Academia, constituiu-se com a missão de aproximar o cinema português dos portugueses e tentar levar mais longe o produto nacional que tantas vezes se encontra tão fechado sobre si mesmo. Precisamos de Academia, precisamos de Casas do Cinema, precisamos de tudo o que conseguirmos agarrar para dar fôlego a uma arte que no nosso país mal tem forças para arranjar sustento.

 

E entretanto, a Academia decidiu criar os Sophias, que tantas vezes são referidos como os "Óscares portugueses", em linha com a tradição norte-americana que seguimos religiosamente todos os anos, ali por fevereiro/março. E com a criação dos Sophias, caiu o Carmo e a Trindade... porque afinal aquilo é só um "bando de elitistas que premeia o que quer", um bocado como acontece no resto das premiações, de resto...

 

Não consigo compreender... Não consigo compreender como se pode estar contra uma Instituição que tanto se propõe a fazer por uma arte que tanto precisa... porque é uma arte, e tendemos a esquecer-nos tão facilmente disso... só porque vai entregar prémios e não conseguimos ser adultos o suficiente para respeitar escolhas diferentes.

 

É claro que a própria definição de "prémio" é polémica, porque haverá sempre vozes a discordar com as decisões do órgão... mas não é saudável que se estimule a troca de ideias? Não é saudável propiciar discussões sobre Cinema? Por as pessoas a falar do "Tabu" e da "Florbela", ou da "Operação Outono" ou da "Estrada de Palha"?

 

E que ofensa faz um prémio, ou dois, ou três à experiência que temos de um filme? O que lhe acrescenta, ou o que lhe retira? Que mal faz dar projeção a produções portuguesas?

 

A Academia não é uma instituição perfeita, e nunca será, como os Sophias também não serão os prémios perfeitos, confluentes com todas as opiniões e críticas. Mas esta Academia e estes Sophias estão dispostos a fazer algo pela nossa "indústria", algo que até hoje não foi feito e que pode, de facto, fazê-la renascer - levar as pessoas ao cinema, levar as pessoas a falar do nosso Cinema, e a reaprender a amá-lo, como um dia amou e entretanto esqueceu.

 

Abraçar a causa da Academia não é fechar os olhos aos problemas do Cinema português - é descruzar os braços e tentar fazer alguma coisa por ele, portanto deixem-se de merdas... Vejam os filmes nomeados/vencedores, discutam-nos com paixão (quer tenham gostado, quer não) e entreguem-lhes - cada um de vós, e mesmo que apenas à distância - o prémio que acham digno de entregar, porque é apenas isso que a Academia e os seus profissionais farão, com profundo respeito e Amor ao nosso Cinema.

 

Afinal não tem de ser sempre a mesma história - antes chorava-se porque não havia, agora celebremos e cantemos porque há.

 

Viva o Cinema Português!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D