Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Um desabafo - Sobre a Awards Season...

por Catarina d´Oliveira, em 13.12.12

Já estamos naquela altura do ano outra vez – pessoalmente, a minha favorita, mais que não seja porque a) estreiam alguns dos filmes mais aguardados do ano; e b) fala-se deles.

 

Mas esta também é a altura do ano que, lá pelos States e arredores é conhecida como “awards season”. Como o próprio nome indica, é a época dos prémios, das cerimónias de distinção, dos galardões imortais.

 

 

O problema com esta tal época do ano cinematográfica é que é também a altura de aparecerem os implicantes – os que dizem que dizem que não querem saber de nada de prémios porque estes não têm qualquer validação ou fornecem qualquer juízo credível sobre os filmes. Este ano, ainda não me cruzei com nenhum, mas quis deixar o desabafo antes de me começar a sair fumo das ventas.

 

Quero começar por dizer que gosto de prémios - o que não quer dizer que acredite que se deva trabalhar PARA eles - e que, sim, ocasionalmente também tenho as minhas resmungadelas à velha do Restelo sempre que um dos meus favoritos não sai vitorioso. Normalmente, aliás, quem reclama são os frustrados pelos seus favoritos nunca lá calharem, mas isso é pano para outras mangas que não quero aqui começar a coser.

 

 

O que quero aqui dizer é que, ao contrário do que muito se clama… os prémios, as cerimónias, as distinçõesSÃO, de facto, IMPORTANTES. E são-no em vários pontos e medidas que vou tentar esclarecer, segundo o meu ponto de vista.

 

  1. Prémios/distinções chamam atenção para os filmes que honram, fazendo com que se fale mais neles – no caso de filmes estrangeiros ou independentes, por exemplo, isso poderá fazer toda a diferença. Como? Veremos no ponto 2 e 3;
  2. Se um filme é aclamado e distinguido, é apenas natural que este facto chame mais pessoas às salas para os ver, o que, quer queiramos quer não e por mais que um filme nunca deva ser feito a pensar em quantas pessoas leva à sala, é essencial para que o Cinema continue a existir. Infelizmente encontramo-nos numa Economia cada vez mais dura e menos disposta a dar segundas oportunidades, ou sequer, primeiras oportunidades;
  3. Se um filme leva mais pessoas às salas, o estúdio que o produziu terá mais confiança para apostar na equipa de profissionais que o levou a cabo em oportunidades futuras, podendo essa ser a diferença fulcral entre um “Sim, vamos avançar com o projeto!”, um “Não, temos outras prioridades” ou um “Talvez, um dia” (que normalmente é um “Não”). De cada vez que um filme que vocês gostam ganha um prémio, a probabilidade da equipa que fez esse filme fazer outro filme aumenta exponencialmente, e isso só podem ser boas notícias;
A acrescer a estas razões, penso que é de importância vital esclarecer mais duas coisas:
  1. Um Oscar, um globo de ouro ou qualquer outro prémio NÃO DITA se um filme é bom ou não e especialmente, se devem ou não gostar dele. Na realidade, nada o faz, porque, na raiz, tudo isso não passam de opiniões. Da mesma forma, e por falar em opiniões, um prémio não serve para as cristalizar - afinal, ninguém manda nos gostos de ninguém - mas para as discutir. Sou aliás acérrima defensora do "gostos discutem-se sim, mas não se impõem", e é um pouco isso. Desta forma, ninguém se deve sentir obrigado a gostar de um filme só porque ele ganhou 10 Oscars, nem o contrário (que, sim... infelizmente, parece que acontece);
  2. Um último ponto é de esclarecimento imperial, já que é aqui que muita confusão se instala – está em meu crer, como expus acima, que um prémio É de facto importante para a carreira e sucesso de um filme. Mas é também importante enquadrar o que esse prémio significa. Um exemplo. Os “Oscars” têm a categoria de “Melhor Filme”, e no ano passado distinguiram “The Artist” como o melhor filme; se fosse eu a decidir, ganharia “The Tree of Life”, e não há qualquer problema em expor essa preferência no meu blog ou em conversa com amigos. O que é importante notar aqui é que a categoria se enquadra na escolha de Melhor Filme DA ACADEMIA, e não do Mundo inteiro. Isso era estúpido, a menos que se pusessem 6 mil milhões de pessoas a votar. Mas não é. É um grupo de x pessoas que são reunidas para votar a visão DA ACADEMIA. Ponto. Resumindo, tenham calma, e não levem as coisas demasiado a sério.

 

E com mais ou menos acerto, é isto.

 

Perder anos de vida a discutir sobre o roubo que foi o Charlie Chaplin nunca ter ganho um Oscar por uma das suas interpretações (honorários à parte) ou o Ryan Gosling não ter sido nomeado no ano passado é parvoíce. Tal como o é dizer "ah não concordo com as nomeações/vencedores deles, nunca mais vejo esta porcaria". Relembrá-lo de forma minimamente saudável como algo com que não concordamos, é, lá está, saudável. O mesmo se aplica – com os devidos ajustes de grandeza, claro está – aos tops ou prémios levados a cabo pelos bloggers: esses então que só o fazem mesmo pela diversão, pelo gosto e paixão genuína que têm pelo Cinema.

 

 

Com este desabafo não pretendo converter ninguém. Quem não simpatiza com prémios, não é por isto que vai passar a simpatizar, e se não gostam acho muito bem que não vejam... mas também não precisam estar sempre a mandar as bocarras do costume, ou a diminuir quem gosta de ver e segue, comam antes uma peça de fruta, ou assim...

 

Fica apenas a lembrança que, dos Oscars da Academia aos Soap Awards que organizo aqui no blog, o que importa é que nos divertamos e que continuemos a ver e a falar de filmes. Isso sim amigos, é o mais importante!

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D