Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Master Shot - Posters Bizarros: O Caso Polaco (Parte 1/2)

por Catarina d´Oliveira, em 23.10.12

 

Quando um filme viaja para o estrangeiro, é apenas natural que veja o seu título alterado (por vezes de forma pouco inteligente ou perspicaz), ou o seu material promocional refeito para confluir com os valores e realidades sociais dos diferentes países onde será lançado.

 

O poster é um dos principais mecanismos de venda e promoção de um filme sendo, em várias instâncias, a sua própria cara e a representação (mais ou menos fiel) da experiência que poderá proporcionar, sendo aliás, de importância vital no futuro sucesso do mesmo. Afinal, o material promocional de um filme terá de estar preparado para potenciais extrapolações que vão além do serviço de “mero” postermerchandise, roupas,bandas-sonoras, edições de vídeo, etc.

 

Nações como a Rússia, a Polónia, a República Checa ou o Japão ganharam fama pelos posters que criaram para filmes clássicos, e que primavam pela criatividade pungente e pelo retrato pouco óbvio do título que apresentavam.

 

 

 

Ainda a era do entretenimento global estava para vir, quando as mentes criativas do mundo – e, no caso particular que abordamos hoje e amanhã, da Polónia – tinham carta-branca para criar a sua visão de um filme, para que este fosse publicitado no seu mercado. Uma série de artistas formaram-se na arte do poster, e felizmente ainda tivemos tempo de ver surgir criações que preenchem todo o espectro do bizarro ao excecional. Por outro lado, e agora infelizmente, os anos de opressão política e social começaram a fazer a indústria definhar, acabando por morrer mesmo em 1989.

 

Atualmente a criação de posters alternativos ainda existe, mas apenas como exercício criativo para os artistas que mantém a paixão acesa e o génio inconformado, sendo estes expostos e vendidos em galerias de arte.

 

Hoje (e amanhã) o Close-up celebra a arte do poster polaco e partilha algumas das suas mais célebres criações (as fantásticas, as boas e as horripilantes), acompanhadas dos comentários desmiolados do costume.

 

 

NOTA: para os interessados, deixo um fabuloso artigo sobre a história do legado do design de posters da Polónia que vale muito a pena ler aqui.

 

*** *** ***

 

A primeira grande regra para criar um poster de qualidade digna na Polónia é… NÃO ver o filme. Foi claramente o que sucedeu neste primeiro exemplo, que pode ter confundido o verdadeiro Alien com um sistema nervoso assassino flutuante.

 

 

Cá está uma vez mais a confirmação da regra referida no ponto anterior, e mantendo a coerência do enredo anterior, temos agora a história de uma moça de cabelo encaracolado que produz bolhas de sabão.

 

 

Uma suástica feita de pernas com uma face duvidosa no meio - sim, vamos dizer que aquilo representa apenas e só uma face, para isto não descambar - só pode significar… ocupação Nazi em formato cabaret.

 


 

Picasso erótico.

 


A emocionante história da stripper de um braço que jura vingança. 



 

Um dos melhores. Badass to the core. E um busto do Brando mete sempre o devido respeito.

 

 

 

Foi a comédia sobre a experiência de um verdadeiro aventureiro na cidade que colocou no mapa o australiano Paul Hogan, mas o poster polaco de Crocodile Dundee parece esconder sub-enredos mais obscuros, que inclui alucinações induzidas por LSD de crocodilos coloridos e crianças negras profundamente horrorizadas.

 

 

 

O dia em que Gandhi foi o protagonista de Matrix.

 

 

 

Não que uma história sobre um tubarão com duas bocas não fosse aliciante (vou já escrever o argumento!), mas parece uma interpretação um bocadinho literal demais do título.

 


 

Este é, na verdade, um dos meus favoritos do lote dos que selecionei, mas o senhor que o criou só pode chafurdar avidamente numa sopa de drogas bem apuradinha.

 



 

É a reinterpretação de uma cena basilar no enredo, é certo. Mas convém sempre que o artista em questão tenha algum tipo de filtro no cérebro que lhe faça entender que relações sexuais entre macacos não são o maior chamariz para a audiência. E daí que já acredito em tudo neste mundo…

 



O Coração (ou o Amor) visto pelo cérebro masculino.

 


 

Das duas uma: ou foi desenhado por uma criança assassina, ou pelos próprios Gremlins. No paint.

 

 

(continua)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D