Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Este é um desabafo antigo, que até já tornei público em inúmeras vezes, mas que vejo aqui a necessidade de ser renovado: a minha insatisfação perante a pobreza de espírito de alguém que não sabe (nem quer) respeitar as opiniões alheias.

 

Contextualizando o caso específico desta pequena reflexão: The Dark Knight Rises é, pelo menos no meu entender, facilmente o filme mais antecipado do ano. Discussões sobre a subjetividade da questão (afinal é o ano em que estreiam também The Avengers ou The Hobbit por exemplo, só para manter a questão nos blockbusters) não são agora importantes.

 

 

Retomando o ponto que aqui interessa, a estreia de The Dark Knight Rises está mesmo à porta, e como é hábito, a crítica tem honras especiais de espreitar os filmes em primeira-mão e libertar pelos meios de comunicação as primeiras impressões sobre um dos grandes titãs cinematográficos do ano, que têm ecoado repetidamente por todas as formas de media.

 

Mesmo antes sem ter sido visto, The Dark Knight Rises está, também por isso mas não só, envolto num hype sem precedentes; uma antecipação que o coloca na tentadora mas perigosa posição d' "O" filme de super-heróis - ainda que, tecnicamente, o Batman não seja super, mas vocês percebem onde quero chegar. Os primeiros comentários curtos a chegar pelos sortudos a espreitarem o filme em primeira-mão foram ainda mais avassaladores. Comentários como "É o melhor comic movie de sempre" e o inevitável "se este filme não ganhar os Óscares nenhum outro do género ganhará" construíram ainda um altar mais elevado para o capítulo final da trilogia assinada por Christopher Nolan.

 

Tudo corria bem, ou normalmente, até ao dia em que The Dark Knight Rises teve a sua primeira crítica negativa. Ou pelo menos, a primeira crítica negativa visível. Marshall Fine foi o ofensor (entre ontem e hoje já houve mais uns poucos) e o resultado foi uma chuva de impropérios a apelar ao enxovalho por um grupo de indivíduos na secção de comentários da mencionada crítica. O mais curioso ainda neste caso particular é que, certamente, pelo menos a esmagadora maioria dos "comentadores" ainda nem sequer viu o filme (podem ler a crítica "demoníaca" aqui).

 

 

Nada contra o título da Warner, que, obviamente, "blockbusteristicamente" é para mim o mais aguardado do ano acrescendo ao facto de Nolan ser, dentro da sua linha de ação, um dos realizadores americanos da atualidade que mais aprecio, até de olhos fechados. Nada disso está aqui a discussão; aliás, o caso particular foi apenas utilizado a título ilustrativo. Esta é uma insatisfação generalizada.

 

É que isto de distribuir cacetada por causa de uma opinião pessoal, ainda por cima vindo de quem não deverá ter o mínimo conhecimento de causa, é coisa que me faz comichão. Mas comichão da grossa. A discussão sobre Cinema é das coisas mais apaixonantes que existem no meu pequeno universo, mas se há algo que me deixa triste e zangada é este tipo de faltas de respeito que, infelizmente, chega para inibir os menos fortes de ego e de convicção de expor a sua opinião.

 

Porque sim, os gostos discutem-se, mas não se podem impor. E até é essa "limitação" que permite a diversidade e que faz com que isto não seja uma carneirada (e uma seca!) total. 

 

 

Leitura aconselhada: artigo sobre a polémica das críticas negativas de The Dark Knight Rises pelo Editor do Rotten Tomatoes.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Joao Bastos a 17.07.2012 às 19:17

tomara muitos críticos escreverem como esse Marshall Fine. Concordemos ou não, este crítico apresentou e bem os seus argumentos para não gostar do filme. Claro que falar de Transformers num texto que comenta Batman é arriscado, mas neste caso estava bem contextualizado! eu adoro os filmes anteriores (e poderei muito bem a vir adorar o 3), mas confesso que gosto destas críticas que nos sabem "picar"
Imagem de perfil

De Catarina d´Oliveira a 17.07.2012 às 19:22

Olá João,

antes de mais, não sabia que também tinhas um blog nestas lides - vou já tratar de seguir com muita atenção!

quanto à tua opinião, não podia concordar mais. Apesar de haver indivíduos que têm o prazer de dizer que não gostam só porque sim, este não é o caso. Quer concordemos ou não (ou neste caso, suspeitamos que poderemos vir a concordar ou não), é uma exposição bem feita, com argumentos bem explicitados que, no fundo, é o que se pede. E a tua segunda observação também é muitíssimo pertinente, porque afinal, são críticas como esta que até atiçam as discussões mais interessantes :)

obrigada por teres passado cá a comentar!

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D