Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Deep Focus - Uma questão de Sotaque, pt. 2

por Catarina d´Oliveira, em 08.02.12

 

Hoje continuamos a nossa viagem internacional pelo mundo dos maus sotaques. Mais cinco magníficos a completar o top 10 do Close-Up e umas quantas menções honrosas que era inadmissível deixar de parte.

 

 

 

 

Ofensor, Filme (Ano): Julia Roberts, Mary Reilly (1996)
Origem: Georgia, Estados Unidos da América
Sotaque desejado: Irlandês
Análise dos factos: É verdade que o sotaque irlandês deve ser um dos mais difíceis de emular, e por isso mesmo é um dos mais talhados a foice. Neste caso específico, é possível que Julia Roberts tenha feito uma das melhores imitações do sotaque de um verdadeiro nativo da República da Irlanda do Alabama… se esse país existisse.
Pérola das Pérolas: “I feel safe heire, that’s awll”
Prova do crime:

 

 

*** *** ***

 

 

Ofensor, Filme (Ano): Dick Van Dyke, Mary Poppins (1964)
Origem: Malibu, Estados Unidos da América
Sotaque desejado: Inglês
Análise dos factos: Dick Van Dyke e o seu Bert aquecem-nos o coração, e não há como negar o talento e alegria demonstrados pela arte. Mas este é considerada o pai e a mãe dos maus sotaques, pelo que não poderia falhar esta lista. É que é má, a sério. Foi votado e tudo! Mesmo considerando que é um papel cómico num filme para crianças, e mesmo considerando que quase só canta esta atrocidade não pode ser ignorada, e aparece dolorosamente a cada sílaba proferida. Se ainda não percebem o quão mau ele foi, fiquem a saber que o termo “sotaque à Van Dyke” é geralmente utilizado na Inglaterra para descrever as tentativas risíveis de actores de outros países para tentarem parecer britânicos.
Pérola das Pérolas: “All right, ladies an' gentssh! Comical poem! Shuitable for the occasion, exshtemporizhed and thought up before your very eyeshh!” – Amoroso mas doloroso.
Prova do crime:

 

*** *** ***

 

 

Ofensor, Filme (Ano): John Malkovich, Rounders (1998)
Origem: Illinois, Estados Unidos da América
Sotaque desejado: Ru…sso.
Análise dos factos: Eu gostava de conseguir fazer uma piada sobre o sotaque absurdo que Malkovick adoptou em Rounders, mas não tenho capacidade. Não sei se me parece mais um bêbado a pôr pontos finais depois de cada palavra ou um bêbado gago. Mas parece-me definitivamente um bêbado.
Pérola das Pérolas: “Maderfacker! (…) Dis son of beetch” - Oh Malkovich, és um fartote, mas não voltes a fazer-nos uma destas.
Prova do crime:

 

 

*** *** ***

 

 

Ofensor, Filme (Ano): Mickey Rooney, Breakfast at Tiffany’s (1961)
Origem: Nova Iorque, Estados Unidos da América
Sotaque desejado: Chinês. Ou Japonês. Ou algo parecido.
Análise dos factos: Na primeira metade da sua vida, Hollywood teve alguma dificuldade em reconhecer a existência de actores de outras raças, mesmo quando fazia filmes sobre eles. Mas desde o homem amarelo de Broken Blossoms (1919) até John Wayne de bigode ralinho em The Conqueror, nenhuma interpretação se pode aproximar de explicar as proporções racistas do Mr. Yunioshi vivido por Mickey Rooney. Dizer que este é comummente considerado como um dos sotaques/interpretações mais ofensivos da história do cinema não chega para explicar o incrível feito do vizinho asiático da adorável Holy Golightly.
Pérola das Pérolas: “Miss Gorightry!”
Prova do crime: (a partir dos 8:50)

 

 

*** *** ***

 

 

Ofensor, Filme (Ano): John Voight, Anaconda (1997)
Origem: Nova Iorque, Estados Unidos da América
Sotaque desejado: Espanhol
Análise dos factos: Parece que o talento para os sotaques não corre no sangue da família (Angelina Jolie foi a primeira na nossa lista). O caçador de serpentes paraguaio do muito sofrível Anaconda é uma das coisas mais ridículas do filme, e olhem que, entre serpentes gigantes que querem literalmente comer a Jennifer Lopez, isto não é dizer pouco, a sério. Parece um personagem saído de um episódio do Speedy Gonzalez com uma aura carrancuda em cima.
Pérola das pérolas: "You need protessshun? (…) Lon time...sinse ah hadda wum" – oi??
Prova do crime:

 

 

*** *** ***

 

Menções (Pouco) Honrosas:

 

Porque não podíamos passar sem lhes prestar a devida "homenagem"... :

 

Sotaque Britânico de Demi Moore em Flawless (2007) – o título do filme estava mesmo a pedi-las.
Sotaque “Irlandês” de Tommy Lee Jones em Blown Away (1994) – viram as aspas em irlandês? Pois.
Sotaque Irlandês de Tom Cruise em Far Away (1992) – hmm talvez o problema esteja em filmes acabados em “away”!...
Sotaque Irlandês de Brad Pitt em The Devil’s Own (1997) –  … ou então não. Felizmente temos sempre o Mickey de Snatch.
Sotaque texano de Nicolas Cage em Con Air (1997) - acompanhado de umas belas extensões capilares, perfeito!
Sotaque russo de Harrison Ford em K19: The Widowmaker (2002) – oh Harrison, deixa-te ficar com o han solo e o indy que ficas bem.
Sotaque britânico de Drew Barrymore em Ever After (1998)n– posh, é a palavra mágica.
Sotaque britânico de Forrest Whitaker em The Crying Game (1992) – wtf?

 

*** *** ***

 

E é isto pessoal. Espero que se tenham divertido tanto quanto eu a revisitar estas pérolas, e se ficaram interessados no tema, recomendo-vos a leitura de um artigo especialmente imaginativo( e divertido) que encontrei online: Top 7 Worst Regions for Movie and Television Accents e reflecte sobre alguns dos lugares mais fantásticos que tantas vezes têm relevo em Hollywood pela forma das suas personagens mais internacionais. Ainda que não estejam tecnicamente no Atlas...

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D