Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Homemade - Trailer oficial: Um Conto de Natal da Trafaria

por Catarina d´Oliveira, em 28.12.14

Como anunciado pelo queridíssimo amigo Carlos Reis, UM CONTO DE NATAL DA TRAFARIA - a nossa sofrível adaptação do conto clássico de Natal de Charles Dickens - vai estrear em exclusivo na próxima edição dos TCN Blog Awards no próximo dia 10 de janeiro, mas como não vos queria deixar tanto tempo sem um gostinho...

 

UMCONTODENATALPOSTER_ESTREIA.jpg

 

... aqui fica o trailer oficial da nossa adaptação, que chegará aos youtubes de todos os computadores, tablets, telemóveis e máquinas calculadoras a 11 de janeiro!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - Knight of Cups

por Catarina d´Oliveira, em 16.12.14

Foi finalmente revelado o primeiro trailer oficial de KNIGHT OF CUPS, o novo filme de Terrence Malick que versa sobre um homem, tentações, celebridade e excessos.

 

knight-of-cups-cate-blanchett-christian-bale.jpg

O filme conta no elenco com Christian Bale, Cate Blanchett, Natalie Portman, Antonio Banderas, Freida Pinto, Wes Bentley, Isabel Lucas e Teresa Palmer e vai estrear-se no Festival Internacional de Cinema de Berlim. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Awards Season: Nomeados aos Golden Globes 2015

por Catarina d´Oliveira, em 11.12.14

Foram há pouco reveladas as nomeações para a 72ª edição dos Golden Globes, atribuídos pela Hollywood Foreign Press Association (HFPA).

 

70th-golden-globe-awards-show.jpg

Em Cinema, BIRDMAN de Alejandro González Iñárritu lidera o painel de nomeados com sete indicações, seguido de BOYHOOD e THE IMITATION GAME com cinco cada.

 

 

MELHOR FILME (DRAMA)
- Boyhood
- Foxcatcher
- The Imitation Game
- Selma
- The Theory of Everything

 

MELHOR FILME (COMÉDIA OU MUSICAL)
- Birdman
- The Grand Budapest Hotel
- Into the Woods
- Pride
- St. Vincent

MELHOR REALIZADOR
- Wes Anderson por The Grand Budapest Hotel
- Ava Duvernay por Selma
- David Fincher por Gone Girl
- Alejandro González Iñárritu por Birdman
- Richard Linklater por Boyhood

MELHOR ATOR (DRAMA)
- Steve Carell por Foxcatcher
- Benedict Cumberbatch por The Imitation Game
- Jake Gyllenhaal por Nightcrawler
- David Oyelowo por Selma
- Eddie Redmayne por The Theory of Everything

MELHOR ATRIZ (DRAMA)
- Jennifer Aniston por Cake
- Felicity Jones por The Theory of Everything
- Julianne Moore por Still Alice
- Rosamund Pike por Gone Girl
- Reese Witherspoon por Wild

MELHOR ATOR (COMÉDIA OU MUSICAL)
- Ralph Fiennes por The Grand Budapest Hotel
- Michael Keaton por Birdman
- Bill Murray por St. Vincent
- Joaquin Pheonix por Inherent Vice
- Christoph Waltz por Big Eyes

MELHOR ATRIZ (COMÉDIA OU MUSICAL)
- Amy Adams por Big Eyes
- Emily Blunt por Into the Woods
- Helen Mirren por The Hundred-Foot Journey
- Julianne Moore por Maps to the Stars
- Quvenzhané Wallis por Annie

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
- Robert Duvall por The Judge
- Ethan Hawke por Boyhood
- Edward Norton por Birdman
- Mark Ruffalo por Foxcatcher
- JK Simmons por Whiplash

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
- Patricia Arquette por Boyhood
- Jessica Chastain por A Most Violent Year
- Keira Knightley por The Imitation Game
- Emma Stone por Birdman
- Meryl Streep por Into the Woods

MELHOR ARGUMENTO
- Wes Anderson por The Grand Budapest Hotel
- Gillian Flynn por Gone Girl
- Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris e Armando Bo por Birdman
- Richard Linklater por Boyhood
- Graham Moore por The Imitation Game

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
- Force Majeure (Suécia)
- Gett: The Trial of Viviane Amsalem (França)
- Ida (Polónia)
- Leviathan (Rússia)
- Tangerines (Estónia)

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
- Big Hero 6
- The Book of Life
- The Boxtrolls
- How to Train Your Dragon 2
- The LEGO Movie

MELHOR BANDA SONORA
- Alexandre Desplat por The Imitation Game
- Johann Johannsson por The Theory of Everything
- Trent Reznor por Gone Girl
- Antonio Sanchez por Birdman
- Hans Zimmer por Interstellar

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
- "Big Eyes" presente em Big Eyes (Lana Del Ray)
- "Glory" presente em Selma (John Legend, Common)
- "Mercy Is" presente em Noah (Patty Smith, Lenny Kaye)
- "Opportunity" presente em Annie
- "Yellow Flicker Beat" presente em Hunger Games, Mockingjay Pt 1 (Lorde)

CECIL B. DEMILLE AWARD
George Clooney

 

 

A 72ª edição dos Golden Globes tem lugar a 11 de janeiro de 2015.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - Inside Out

por Catarina d´Oliveira, em 11.12.14

Apesar de 2014 ter sido um ano atípico para a Pixar - não lançou nenhum filme - 2015 marca o regresso da titã da animação com o seu novo e entusiasmante INSIDE OUT.

 

inside.jpg

Peter Docter (responsável por outros sucessos como UP e WALL.E) sentou-se na cadeira de realização para nos trazer a história de Riley, uma menina de 11 anos que muda de casa, e que agora tem que lidar com uma nova cidade, uma nova escola e novos amigos. Mas não fica por aqui. É na mente de Riley que tudo se vai desenrolar, em Headquarters, onde as suas emoções, literalmente, vivem. Alegria, Medo, Tristeza, Repúdio e Raiva serão as personagens que acompanharão Riley ao longo da história, e que, de uma forma muito turbulenta, a tentarão ajudar a adaptar-se à nova vida em São Francisco.

 

O novo trailer da animação foi lançado hoje e pode já ser visto abaixo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Point-of-View Shot - Boyhood (2014)

por Catarina d´Oliveira, em 04.12.14

boyhood.jpg

 

"The moment seizes us"

 

Se a vida é uma série de momentos, de recomeços, de escolhas e de compromissos, então BOYHOOD é um magnificente e humilde tributo a tal vida.

Escrito e realizado por Richard Linklater, o ambicioso projeto levou o ávido realizador a filmar uma história ao longo de 12 anos (traduzidos em 45 dias de filmagem), e que nos permitiu assistir ao crescimento figurativo e literal do seu protagonista Ellar Coltrane à frente dos nossos olhos – inspirando-se, quem sabe, no génio de François Truffaut quando decidiu acompanhar a vida de Antoine Doinel ao longo de cinco filmes.

 

boyhood2.jpg


No caso de Linklater, começou a filmar o jovem ator com apenas 6 anos e terminou quando este tinha acabado de completar os 18. Todos os anos, gravava cerca de 15 minutos de filme, montando e compilando pelo caminho. Tudo se junta, numa miscelânea de momentos com alma de álbum fotográfico de uma forma que é difícil de descrever. O efeito é absolutamente esmagador na sua simplicidade.

Entre 2002 e 2014 seguimos a vida do jovem Mason e a sua família, que inclui a impertinente irmã mais velha e o par de pais divorciados, à medida que crescem nos enormes mas (cinematograficamente) tão raros desafios quotidianos e nas diferentes casas que tornam suas, ano após ano.

 

boyhood3.jpg

 
Com lealdade aos factos, BOYHOOD é um drama ficcionado e narrativo, mas desenrola-se com a verdade pungente de um documentário. Uma obra-de-arte na acumulação de detalhes, e um fascinante exercício no ato de mostrar em vez de contar. O homem que se especializou no formato das “histórias passadas num único dia” alonga os limites do seu engenho para criar algo único e sem precedentes, tanto para a audiência como para si mesmo.

É a soma de uma carreira singular, a culminação de tudo o que tentou alcançar, fundindo a sensibilidade independente e livre que emprestou às suas primordiais odisseias diárias dedicadas ao caos organizado da juventude (SLACKER e DAZED AND CONFUSED) à precisão da reflexão e da exposição verbal tão elegantemente exercitada na trilogia BEFORE SUNRISE/SUNSET/MIDNIGHT, numa poderosa evocação simultânea do que significa pertencer a uma família e crescer, edificando a cada passo uma pequena parte daquilo que virá a ser a nossa identidade. Todavia, não é apenas um estudo sobre a infância e o desenvolvimento humano, mas também dos rigores e vicissitudes da vida adulta.

 

boyhood4.jpg

Mas BOYHOOD não é uma experiência valerosa apenas pela sua natureza estrutural e de produção inovadora – o que aqui temos é também um baú de riqueza cultural inestimável para a geração que cresceu durante o séc. XXI, marcando-se a passagem do tempo com as respetivas deixas temáticas e temporais para nos guiarem subconscientemente: quezílias políticas nas presidências de Bush e Obama, tecnologias primitivas que se transformam em experiências de alta-definição, modas culturais e canções em voga, tudo tão marcado e essencial como o amadurecimento facial e desenvolvimento de cortes de cabelo do elenco. Estas referências não funcionam como um dispositivo de nostalgia barata, mas compõem um ambiente – e não somos nós o produto do nosso ambiente?

 

É dolorosamente fácil descartar BOYHOOD, como um filme simplista, sem um propósito particular ou uma conclusão épica, como que em modo fast-food, pronta a deslindar o nosso lugar no mundo, tanto como seres individuais, como pertencentes a uma realidade social.

 

boyhood5.jpg

Mas a crua verdade é que a vida – a nossa vida - não se resume a epifanias no topo de uma montanha com a banda sonora perfeita, ou a uma frase floreada criada para tatuar no corpo. A vida é uma série de desafios quotidianos, ao longo dos quais crescemos e aprendemos, apenas para descobrir que há por aí muito mais do que poderíamos imaginar. Momentos impactantes ou não, que ora nos confundem, ora nos asseguram que este é o nosso lugar.

 

A vida não é os enredos de Hollywood, ou as letras delirantes de uma banda indie, ou as linhas embriagadas de sonho de um qualquer bestseller. A vida é o primeiro dia de escola. O corte de cabelo que nos envergonha. A discussão matinal com a mãe. As regras chatas do pai. A irritação dos irmãos. As manhas para faltar à escola. A canção do Verão. A festa secreta com os amigos. A cerveja clandestina. As experiências proibidas. As conversas de circunstância. As batatas fritas no bowling. Os concertos com os amigos. As férias com a família. O primeiro amor. A aventura da universidade. O primeiro emprego. O entusiasmo. O aborrecimento. A dúvida. A certeza. A nova dúvida. O começo. O recomeço.

 

E a vida – a nossa vida – está escarrapachada em BOYHOOD.

 

9.5/10

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D