Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Mise en Scène - "22 Jump Street"

por Catarina d´Oliveira, em 16.12.13

Depois do sucesso - entre a crítica e bilheteira - de "21 Jump Street" era apenas uma questão de tempo até sermos brindados com uma sequela. Esse dia está a chegar, e hoje marcamos passo com o lançamento do primeiro trailer oficial de "22 Jump Street".

 

 

No enredo, Jenko e Shimdt são realocados em 22 Jump Street com uma importante missão a desenvolver... na universidade. E agora só resta pedir a todos os santinhos para que isto não seja um caminhar para o penhasco como aconteceu com "The Hangover"...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - "Interstellar"

por Catarina d´Oliveira, em 16.12.13

É uma das desvantagens de aproveitar o fim-de-semana para descansar as pestanas do trabalho em frente ao computador de uma semana inteira: deixar passar e arrefecer alguns trailers que, feitos ratos malandros, são lançados por essa altura.

 

Todavia e como o Close-Up nunca se quis fazer - nem sequer quer tentar - de o rei da última hora, está tudo certo e vou continuar a limitar-te a postar o que me interessa, como e quando puder. Posto isto, que a carruagem já vai arrastada, surgiu finalmente o primeiro trailer (ou deverei dizer teaser de um teaser trailer?) de "Interstellar", o próximo filme de Christopher Nolan.

 

Entretanto, aguardem só uns segundos que vou correr à volta do computador com gritinhos de excitação ... já está.

 

Baseado nos estudos de Kip Thorne, o enredo situa-se num futuro pouco distante, onde os governos e as economiasdo mundo entraram em colapso e a comida começa a faltar. Eventualmente, surge uma grave fissura no espaço e no tempo, e cabe ao que resta da antiga agência espacial NASA empreender uma missão de exploração para oferecer alguma réstia de esperança à humanidade.

 

O elenco de"Interstellar" conta com Matthew McConaughey, Jessica Chastain, Anne Hathaway, Michael Caine, entre outros, e deverá chegar a Portugal a 6 de novembro de 2014.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Close-Up Soap Awards 2014 - Datas e novo (velho) poster

por Catarina d´Oliveira, em 16.12.13

Com o objetivo de celebrar elementos/pessoas/coisas/cenas de Cinema que mais ninguém celebra nas cerimónias oficiais mas que merecem reconhecimento, a Academia dos Soap Awards - que, curiosamente, continuo a ser só eu - voltou a reunir-se e já decidiu a data de entrega dos "prémios de Cinema mais badalados do ano" - isto é uma citação verdadeira de uma crítica da última cerimónia... que por acaso também fui eu, mas pedi à minha irmã para escrever.

 

Ora então o grande dia a apontar nos calendários é 26 de fevereiro, porque é ali aconchegadinho no meio da semana, antes dos Oscars a chagar-me a cabeça.

 

As nomeações - que terão novas e fabulosas categorias como o "Melhor Item de Vestuário Resistente a qualquer Contenda" ou o "Look at My Shit! Award", e o regresso de velhas conhecidas como "Maior Momento WTF?" ou "Filmes que não nos atrevemos a tocar nem com um pau de três metros" - serão reveladas algures em janeiro, e a votação será aberta a todos, nesse mesmo dia, que há-de ser, enfim, algures em janeiro.

 

Desta vez resolvi também levar para outro nível completamente diferente o primeiro poster da cerimónia, ou seja, não só é desgraçadamente reciclado do poster do ano passado, como, por sua vez, o poster do ano passado já era descaradamente copiado de um antigo poster dos Oscars (este aqui). Assim como assim, dizem que reciclar é bom para o planeta.

 

Enfim... não há tempo, mas sobretudo não houve imaginação para fazer outro, mas prometo que já pedi para o Pai Natal me deixar um segundo teaser poster no sapatinho, e vou fazer figas entretanto, que pode ser que ajude.

 

Até às nomeações, bons filmes e tratem de ver se arranjam bons agasalhos, que este frio entranha-se pelos rins acima e depois é uma chatice.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O post mais importante do ano - Vamos ajudar o IPO!

por Catarina d´Oliveira, em 15.12.13

 

ATUALIZAÇÃO 2: Já fui até ao IPO, a propósito desta "campanha" e peço a todos os interessados que leiam todos os esclarecimentos que estão neste post.

 

 

 

ATUALIZAÇÃO: recebi uma mensagem de uma leitora que diz trabalhar no IPO e que me disse que uma campanha desta natureza nunca foi lançada pelo Instituto. Esta iniciativa foi-me passada por uma amiga, e lembro-me de ver estas mensagens passar noutros anos. Obviamente, fiz a divulgação de boa fé e nunca me passou pela cabeça que não fosse verdade, porque nem sequer faria sentido ser de outra forma e não haveria ninguém a sair a ganhar de tal "invenção". Lamento, todavia, da minha parte, não ter confirmado a campanha antes de a publicar, mas vou fazê-lo asap.

 

De todo o modo, continua a parecer-me uma iniciativa que vale a pena apoiar, mesmo que seja a título "particular" - porque o que interessa realmente são as pessoas e os doentes - pelo que amanhã (18 de dezembro) vou pessoalmente ao IPO de Lisboa saber se, com ou sem campanha, é possível deixarmos/enviarmos donativos desta natureza para o Instituto, deixando-vos depois, aqui, o resultado da visita. Afinal, penso que ajudar é sempre ajudar, e não precisamos de ter apenas a "bengala" das campanhas.

 

Obrigada a todos.

 

 

**** **** ***

 

 

Este é o post mais importante do ano neste blog, portanto tirem 60 segundos para o ler - porque não demora MESMO mais do que 60 segundos.

 

O Instituto Português de Oncologia (IPO) está a angariar, mais uma vez e como é costume nesta altura do ano, filmes VHS ou DVD's para os doentes da unidade de transplantes que estão em isolamento - são crianças e adultos que precisam de um transplante de medula e de estar ocupados durante o tempo de internamento.

 

 

A falta de "stocks" torna necessária a ajuda da população. São precisos filmes para as pessoas mais desfavorecidas que não têm possibilidade de os trazer. Assim, o IPO está a aceitar todos os géneros de filmes, mas a preferência vai para a comédia. Numa altura menos feliz das suas vidas, um sorriso vai fazer bem a quem passa dias inteiros numa cama de hospital. Rir é sempre um bom remédio.

 

Eu já fiz a minha parte, andei em exploração pelos meus armários e consegui arranjar uns 50 dvds que vou levar ao IPO na próxima semana. Não custa nada...

 

As cassetes de vídeo ou DVD's podem ser enviadas para:

 

Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil - Unidade de Transplante de Medula

A/C Sr.ª Enf. Elsa Oliveira

Rua Professor Lima Basto, 1099-023 Lisboa.

 

Para mais informações podem contactar:

- 217 229 800 (geral IPO)

- 217 266 785

 

 

 

Obrigada a todos e Feliz Natal!

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

"Truly songs and tales fall utterly short of your enormity, Oh Smaug, the Stupendous"


 

Uma Viagem Inesperada” que começou devagar, devagarinho e que ganha novo ritmo e vida num desenvolvimento a toque de caixa.

 

The Hobbit - The Desolation of Smaug” retoma os acontecimentos do seu predecessor, com Bilbo Baggins e os seus companheiros anões liderados por Thorin Escudo-de-Carvalho numa jornada (aparentemente) interminável até à Montanha Solitária - um dia o epicentro do poder e reino dos Anões, mas que é agora retida pelo poderoso dragão Smaug.

 

 

Baseado nos capítulos intermédios de “The Hobbit”, notas e escritos suplementares de J.R.R. Tolkien e algum material originalmente criado pelos argumentistas Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson e Guillermo del Toro, “The Desolation of Smaug” parece um capítulo mais livre para expandir e explorar de forma mais energética e viva o universo criado. Desta feita não há horas de indecisões, de anões presos em casa e a entoar cânticos ancestrais, de complacências ou exposições excessivas. Aqui há ação, dinâmica e uma narrativa mais confiante e completa. Nesse sentido, virtualmente todos os aspetos de “The Desolation of Smaug” representam uma forma de melhoria sobre o primeiro capítulo, que tinha servido para estender algumas das piores tendências de Peter Jackson em “The Lord of the Rings”.

 

É verdade que a fábula compacta de Tolkien continua a não ser totalmente bem servida pela abordagem esticada e grandiosa de uma trilogia, mas “The Desolation of Smaug” está cheio de sequências de ação inventivas, encontros dramáticos que propiciam o envolvimento emocional com a história, (que, inclusive, foi um dos traços que levou “The Lord of the Rings” a tornar-se um fenómeno cultural tão ressonante) e acontecimentos que servem, efetivamente, para avançar a história. Todavia, é impossível não notar mais uma vez – ainda que em menor grau do que no primeiro episódio – o inchaço obrigado da narrativa (afinal são apenas 300 páginas para três filmes) e uma tentativa de criação de mitos pouco graciosa e fluída.

 

 

Outro dos problemas que parece continuar a perseguir esta nova saga é que a sua demanda não tem a mesma urgência e gravidade que a campanha de “The Lord of the Rings”, e muita da sua luta trava-se com inconsistências de tom e estrutura. Inspirado num material declaradamente mais leve e juvenil, “The Hobbit” convulsa-se para incluir a mesma negritude que pairava sobre “The Lord of the Rings”, e muitas vezes, Jackson parece mais preocupado em construir uma prequela com sentido para este último, do que propriamente investir-se na adaptação da obra literária.

 

Não obstante, a alegria do realizador em oferecer um sentido de escapismo único continua contagiante, num mergulho fantástico de entretenimento descarado. A sua lente lustrosa prossegue varrendo a Nova Zelândia com o mesmo charme de sempre, acrescentando-lhe um aspeto de outro mundo, ainda que este seja, visualmente e em termos imagéticos, a adaptação mais cinzenta do universo edificado pelas palavras de Tolkien.

 

 

O departamento de CGI é novamente o segundo personagem principal a auxiliar na construção deste deslumbrante universo, criando passagens, ambientes e paisagens de cortar a respiração. A sequência da fuga da prisão que evoluiu para uma evasão na água com barris de madeira exemplarmente coreografada e digna de um parque temático é repetidamente referida como um dos pontos altos das ocorrências, mas uma outra passagem entusiasmante e envolvendo aranhas gigantes de Mirkwood poderá também levar os mais convictos aracnofóbicos a necessitar de uma dose extra de calmantes entre as pipocas.

 

Continuando neste departamento, e se em “An Unexpected Journey” uma particular sequência com um personagem gerado por computador muito querido à audiência se tornou instantaneamente o momento de ouro desse filme, o mesmo não pode ser dito com total justiça de “The Desolation of Smaug”. Enquanto o encontro com Gollum no primeiro filme se construiu de um misto de maravilha tecnológica, interpretações ricas e diálogo fabuloso, o muito esperado confronto entre Bilbo e Smaug acaba por ficar uns furos atrás em alguns departamentos. É divertido, ameaçador e incrivelmente tenso, colorido por uma criatura incapaz de resistir à sua própria vaidade mas enquanto a magnificência técnica parece crescer de filme para filme e a inspiração do casting de Benedict Cumberbatch ser inegável, fica a sensação de que alguém se apaixonou pela voz e discurso do dragão, que, à semelhança de vilões de outros blockbusters perde demasiado tempo na sobre-exposição detalhada dos seus planos e pensamentos.

 

 

E ainda no departamento técnico, todavia, vale também a pena apontar que, já como tinha sucedido em “An Unexpected Journey”, muitos métodos utilizados em “The Lord of the Rings” foram alterados, como seja a utilização de imagens geradas por computador para dar vida a Orcs que um dia foram interpretados por duplos. Com movimentos demasiado fluídos e, por vezes, a desafiar a física, são pequenos pormenores menos felizes que marcam negativamente o trabalho geralmente fenomenal de um departamento de outro mundo.

 

A nível de elenco, reservamo-nos a destacar a continuação de sólido trabalho de Martin Freeman, que torna o seu Bilbo cada vez mais interessante, não só à medida que descobre, aos poucos, a sua coragem, mas também conforme desvenda as magnéticas e perigosas propriedades do artefacto que ganhou a Gollum no primeiro capítulo – o anel.

 

O restante elenco cumpre largamente as suas responsabilidades, devendo ainda prestar-se o devido reconhecimento à novata Evangeline Lilly que torna uma personagem algo supérflua e sem consequências justificáveis na história (além de uma espécie de romance cliché e desnecessário) numa presença muito bem-vinda.

 

 

Com um final que é a verdadeira definição de um cliffhanger, e cuja resolução chegará a 17 de dezembro de 2014, “The Desolation of Smaug” é uma aventura excitante no geral, e mais um filme de grandes momentos do que um grande filme. Tal como “The Hunger Games – Catching Fire”, existe alguma dificuldade em julga-lo sem a possibilidade de assistir ao quadro completo.

 

Com um final abrupto, que surge no exato momento em que mais ansiamos ver o que acontece a seguir, o entusiasmo e investimento que consegue imprimir na audiência é algo que “An Unexpected Journey” nunca conseguiu fazer. E só por isso já vale a pena roer as unhas até ao próximo Natal.

 

 

7.5/10

Autoria e outros dados (tags, etc)

Awards Season - Golden Globes 2014: Nomeações

por Catarina d´Oliveira, em 12.12.13

A Hollywood Foreign Press Association deu hoje a conhecer a sua lista de nomeados para a 71ª edição dos Golden Globes, que terá lugar a 12 de janeiro de 2014.

 

"12 Years a Slave" e "American Hustle" dominaram os eventos com sete nomeações cada, sendo seguidos por "Nebraska" com cinco e "Captain Phillips" e "Gravity" com quatro.

 

De resto gostava ainda de salientar a fabulosa categoria de Melhor Filme Estrangeiro que promete a luta mais apaixonante a seguir de entre o grupo de nomeados.

 

 

 

 

MELHOR FILME (DRAMA)

12 Years a Slave
Captain Phillips
Gravity
Philomena
Rush


MELHOR FILME (COMÉDIA OU MUSICAL)

American Hustle
Her
Inside LLewyn Davis
Nebraska
Wolf of Wall Street

MELHOR REALIZADOR

Alfonso Cuarón, Gravity
Paul Greengrass, Captain Phillips
Steve Mcqueen, 12 Years a Slave
Alexander Payne, Nebraska
David O. Russell, American Hustle


MELHOR ATRIZ (DRAMA)

Cate Blanchett, Blue Jasmine
Sandra Bullock, Gravity
Judi Dench, Philomena
Emma Thompson, Saving Mr Banks
Kate Winslet, Labor Day 


MELHOR ATOR (DRAMA)

Chiwetal Ejiofor, 12 Years a Slave
Idris Elba, Mandela: A Long Walk to Freedom
Tom Hanks, Captain Phillips
Matthew McConaughey, Dallas Buyers Club
Robert Redford, All is Lost


MELHOR ATOR (COMÉDIA OU MUSICAL)

Christian Bale, American Hustle
Bruce Dern, Nebraska
Leonardo DiCaprio, The Wolf of Wall Street
Oscar Isaac, Inside Llewyn Davis
Joaquin Phoenix, Her


MELHOR ATRIZ (COMÉDIA OU MUSICAL)
Amy Adams, American Hustle
Julie Deplhy, Before Midnight
Greta Gerwig, Frances Ha
Julia Dreyfus, Enough Said
Meryl Streep, August Osage County

 

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

Barkdhad Abdi, Captain Phillips
Daniel Bruhl, Rush
Bradley Cooper, American Hustle
Michael Fassbender, 12 Years a Slave
Jared Leto, Dallas Buyers Club


MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

Sally Hawkins, Blue Jasmine
Jennifer Lawrence, American Hustle
Lupita N’yongo, 12 Years a Slave
Julia Roberts, August Osage County
June Squibb, Nebraska


MELHOR ARGUMENTO

American Hustle, David O. Russell e Eric Singer

Her, Spike Jonze

Nebraska, Bob Nelson

Philomena, Steve Coogan e Jeff Pope

12 Years A Slave, John Ridley


MELHOR FILME ESTRANGEIRO
La Vie d'Adèle (França)
La Grande Bellezza (Itália)
Jagten (Dinamarca)
Le Passé (Irão)
The Wind Rises  (Japão)


MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
The Croods
Despicable Me 2
Frozen 


MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
"Atlas", The Hunger Games: Catching Fire 
"Let It Go", Frozen
"Ordinary Love", Mandela: Long Walk to Freedom
"Please Mr Kennedy", Inside Llewyn Davis
"Sweeter than Fiction", One Chance 

 

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
Alex Ebert, All Is Lost
Alex Heffes, Mandela: Long Walk To Freedom
John Williams, The Book Thief
Steven Price, Gravity
Hans Zimmer, 12 Years A Slave


CECILE B. DEMILLE

Woody Allen

Autoria e outros dados (tags, etc)

Awards Season - SAG Awards 2014: Nomeações

por Catarina d´Oliveira, em 11.12.13

Foi hoje revelada a lista de nomeados aos Screen Actors Guild Awards 2014.


"12 Years a Slave" é o título mais nomeados, com quatro indicações, tendo-se sentido algumas ausências muito pesadas, particularmente na categoria de Melhor Ator  - Leonardo DiCaprio ("The Wolf of Wall Street"), Michael B. Jordan ("Fruitvale Station"), Joaquin Phoenix ("Her") e Robert Redford ("All is Lost") de fora - e Melhor Atriz - as francesas Berenice Bejo ("Le Passé") e Adèle Exarchopoulos ("La Vie d'Adèle") também não ficaram entre as escolhidas.



 

A lista completa de nomeados de Cinema segue abaixo.

 


MELHOR ATRIZ

  • Cate Blanchett, Blue Jasmine
  • Sandra Bullock, Gravity
  • Judi Dench, Philomena
  • Meryl Streep, August: Osage County
  • Emma Thompson, Saving Mr. Banks

 

MELHOR ATOR

  • Bruce Dern, Nebraska
  • Chiwitel Ejiofor, 12 Years a Slave
  • Tom Hanks, Captain Phillips
  • Matthew McConaughey, Dallas Buyers Club
  • Forest Whitaker, The Butler

 

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

  • Jennifer Lawrence, American Hustle
  • Julia Roberts, August: Osage County
  • Lupita Nyong’o, 12 Years a Slave
  • June Squibb, Nebraska
  • Oprah Winfrey, The Butler

 

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

  • Barkhad Abdi, Captain Phillips
  • Daniel Bruhl, Rush
  • James Gandolfini, Enough Said
  • Michael Fassbender, 12 Years a Slave
  • Jared Leto, Dallas Buyers Club

 

MELHOR ELENCO

  • 12 Years a Slave
  • American Hustle
  • August: Osage County
  • Dallas Buyers Club
  • The Butler

 

MELHOR ELENCO DE DUPLOS

  • All is Lost
  • Fast & Furious 6
  • Lone Survivor
  • Rush
  • Wolverine

 

 

Os vencedores dos SAG Awards serão conhecidos a 18 de janeiro de 2014.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - "Godzilla"

por Catarina d´Oliveira, em 10.12.13

 

 

A famosa criação da  Toho Co, Ltd. tem renascimento marcado para a primavera do próximo ano, pela mão da Warner Bros. Pictures e Legendary Pictures.

 

"Godzilla" será realizado por Gareth Edwards e protagonizado por Aaron Taylor-Johnson, Ken Watanabe, Elizabeth Olsen, Juliette Binoche, Sally Hawkins, David Strathairn e Bryan Cranston.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já foi disponibilizada online a lista dos 10 filmes que continuam na luta pela nomeação a Oscar de Melhores Efeitos Visuais.

 

 

São eles, por ordem alfabética:

  • "Elysium"
  • "Gravity"
  • "The Hobbit: The Desolation of Smaug”
  • “Iron Man 3”
  • “The Lone Ranger”
  • “Oblivion”
  • “Star Trek Into Darkness”
  • “Thor: The Dark World”
  • “Pacific Rim”
  • “World War Z”

 

Entre os nomes sonantes que acabaram por ficar de fora incluem-se ”Man of Steel”, "The Great Gatsby", “Ender’s Game” e “The Wolverine”.


A lista completa de nomeados aos Oscars da Academia será revelada a 16 de janeiro de 2014.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - "The Amazing Spider-Man 2"

por Catarina d´Oliveira, em 05.12.13
Foi finalmente revelado o primeiro trailer oficial de "The Amazing Spider-Man 2".

No enredo, Peter Parker leva uma vida atarefada, afinal de contas tem simultaneamente o papel de um estudante normal e de um herói sem rival. O seu papel de protetor da Cidade de Nova Iorque ocupa grande parte do seu tempo, mas Peter encontra sempre algum livre para manter viva a sua relação com Gwen Stacy. Apesar de não conseguir esquecer a promessa que fez ao Capitão Stacy, Peter sabe que não pode abandonar Gwen e que a pode proteger de todo o mal. Esta sua posição altera-se radicalmente quando aparece na vida do Homem-Aranha um novo e temível vilão chamado Electro. Para além desta nova ameaça, Peter vai descobrir novas pistas sobre o seu passado e terá ainda que lidar com o regresso de um velho amigo, Harry Osborn. Isto está uma situação bem cabeluda...

 


"The Amazing Spider-Man 2" é protagonizado por Andrew Garfield, Emma Stone, Jamie Foxx, Dane DeHaan, Martin Sheen, Paul Giammatti e Felicity Jones e deverá chegar aos Cinemas em maio de 2014.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D