Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Snorricam - O princípio do fim do 3D?

por Catarina d´Oliveira, em 06.09.13

Depois de Steven Spielberg e George Lucas preverem uma implosão de Hollywood, parece que há vários sintomas de que os paradigmas estão, de facto, a mudar. Um deles concerne o (infame) 3D.

 

Um utilizador do reddit tratou de examinar o nº de filmes em 3D lançados entre 2005 e 2014, o que vem a demonstrar uma tendência interessante do meio.

 

Na decorrência dos comentários do post, um outro leitor postou outro gráfico ainda mais informativo, que mostra como os filmes de 3D surgem tipicamente em ondas. Apesar de não terminar com previsão de declínio como o gráfico anterior, julgando pelos exemplos passados, não custa a crer no entanto que será isso mesmo que mais cedo ou mais tarde deverá vir a reproduzir.
(clicar na imagem para ver no tamanho original)
Apesar de parecer óbvio que o 3D está à beira de mais uma mó de baixo na sua sucessão de ondas de ataque, não esperem que desapareça por completo - o que está totalmente fora de hipótese se pensarmos, por exemplo, na previsão de 2015 como "O" ano do blockbuster.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - "Robocop"

por Catarina d´Oliveira, em 06.09.13

A Columbia Pictures e a MGM revelaram o primeiro trailer oficial do novo remake de "Robocop", do brasileiro José Padilha ("Tropa de Elite").

  

No enredo, estamos no ano de 2028 e a multinacional OmniCorp está no centro da tecnologia robótica. Os seus drones estão a ganhar as guerras americanas por todo o globo e agora o seu desejo é trazer esta tecnologia para "casa". Alex Murphy é um bom marido, pai e polícia que faz o melhor que pode para parar a maré de crime e corrupção em Detroit. Depois de ser ferido de forma crítica em serviço, a OmniCorp utiliza a sua impressionante ciência de robótica para salvar a vida de Alex. O seu regresso às ruas da cidade dá-se com novas e aumentadas habilidades que as pessoas comuns nunca viram na vida.

O trailer dá apenas algumas dicas daquela que poderá ser uma dinâmica muito interessante no que respeita às "grandes questões" que a nossa própria sociedade enfrenta. No painel da Comic-Con deste ano, José Padilha confirmou que apesar de manter em alguns momentos um tom satírico como o original de 1987, o objetivo não era reimaginá-lo, já que se tratava de um "belíssimo filme". Depois Padilha prosseguiu dizendo que o seu filme se foca sobretudo na questão humanos vs robôs - seja em termos de questões relacionadas com a responsabilidade da sua utilização, ou se nos devemos preocupar com a pessoa que usa um determinado tipo de tecnologia.

Tudo isto são temas interessantes, explorados de forma muito breve no trailer, mas que parecem oferecer a "Robocop" uma dimensão que, pelo menos para mim, lhe acrescenta muito interesse.


Entre o elenco contam-se participações de Joel Kinnaman, Abbie Cornish, Gary Oldman, Michael Keaton, Samuel L. Jackson, Jackie Earle Haley, Michael K. Williams e Jay Baruchel.

 

"Robocop" deverá chegar aos cinemas em fevereiro do próximo ano. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D