Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Um dia o passatempo de Leonardo DiCaprio não foi ser roubado em cerimónias de prémios numa base quase anual, ou sequer era considerado o menino bonito que se mostrou ao mundo ao lado de Kate Winslet em "Titanic" (1996) também ainda não tinha tido uma das mortes mais crueis e desnecessárias da história do Cinema romântico. 

 

Essa não é a Estrela sobre a qual vamos falar hoje; hoje falamos sobre o Leonardo, só.

 

 

Ora o Leonardo é natural de Los Angeles, e vem de uma família de descendência alemã, italiana e russa. A vida artística, ou deveremos dizer "mais mediática" do então garoto DiCaprio começou cedo e com o pé esquerdo - com apenas cinco anos foi expulso do set de "Romper Room" e despedido por ser desordeiro. Tivessem os senhores uma bola de cristal para prever o futuro, e talvez tivessem aguentado um bocadinho mais as pataquadas do petiz DiCaprio.

 

De todo o modo, e ao mesmo tempo que frequentava a escola, o amigo Leonardo começou oficialmente a carreira ao participar em alguns filmes educacionais e em anúncios de televisão. Eventualmente, e isto não interessa muito à história mas deve ser contado por puro divertimento, o Leornardo achou que devia procurar um agente, quando tinha 10 anos. Encontrou-o de facto, mas deparou-se com um ultimato caricato - o agente só aceitava representá-lo se o garoto mudasse de nome (aparentemente, Leonardo DiCaprio era demasiado "étnico") para... Lenny Williams. Graças aos senhores, a coisa saiu furada, e o agente lá aceitou o miudo passado dois ou três anos, mesmo com o nome "pouco apropriado" ao ouvido americano.

 

 

Mas vamos ao que interessa, a carreira do jovem Leonardo que atingiu o seu auge na área publicitária com este fabulástico anúncio às pastilhas elásticas Bubble Yum de 1988, que fez o ator arrastar autenticamente a mãe até ao casting até conseguir o papel. Se não tivesse sido dessa maneira, talvez hoje não tivessemos Oscars para lhe roubar todos os anos...

 

 

E porque o Leonardo fez uma série de anúncios memoráveis, resolvi incluir um...

 

EXTRA: com uma carinha daquelas, com madeixas louras a cair sobre a testa, é de fazer acreditar que o pequeno Leonardo era capaz de vender qualquer coisa. Até camisolas pavorosas, dignas de um filme de terror...

 

 

"I like your sweater..." - Para mais tarde recordar, em dose dupla!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Oscars 2013 - A magia de "Paperman"

por Catarina d´Oliveira, em 30.01.13

Quem se dirigiu ao cinema para assistir a "Wreck-It Ralph" deparou-se com uma agradabilíssima surpresa em forma de curta-metragem, antes de o motivo por que se deslocou ao Cinema, de facto, arrancar.

 

Tratava-se do adorável "Paperman", uma animação de estilo minimalista e a preto e branco da Walt Disney Animation Studios, realizado por John Kahrs e Kristina Reed. Rapidamente, e apesar da explosão colorida e geralmente positiva que foi o arco heróico de Ralph, muita gente se encontrou a chegar a casa completamente apaixonada por aqueles seis minutos e meio de magia vintage. "Paperman" conquistou o mundo e mereceu um lugar entre os nomeados ao Oscar de Melhor Curta-Metragem de animação. 

 

 

A história que seguimos é a de um jovem "perdido" em Nova Iorque, e cujo destino sofre uma alteração radical quando encontra, numa manhã destinada a ser diferente de todas as outras, uma bela mulher de batom vermelho.

 

O dia de hoje traz boas notícias: já podemos vê-lo, revê-lo e voltar a apaixonar-nos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pull Back Shot - As deliciosas Pringles de Brad Pitt

por Catarina d´Oliveira, em 30.01.13

Há 30 anos o mundo era um lugar distinto, ainda indiferente a uma série de descobertas que viriam a mudar o curso de todas as coisas.

 

Por essa altura, e apesar de alguns destes mecanismos já estarem em fase de desenvolvimento, o olho público ainda não tinha sido posto em cima de computadores pessoais, telemóveis, gps, fibras óticas, wikipedia, a clonagem ainda não tinha dado vida à Dolly, no sistema solar ainda se contavam nove planetas e Brad Pitt ainda não estava incluso no dicionário ao lado da definição de "super estrela de Cinema" ou sequer presente nas fantasias impróprias de milhões e milhões de pessoas por esse mundo fora.

 

 

Um dia, Brad Pitt foi um jovem como qualquer outro. Saído de um ensino secundário pejado de atividades extra-curriculares desportivas e não só, Pitt entrou na Universidade de Missouri em 1982 para estudar Jornalismo (com especialidade em Publicidade) e participou em vários espetáculos organizados pela sua fraternidade. Apenas a duas semanas de se licenciar, Pitt teve uma epifania de vida, deixou a Universidade e mudou-se para Los Angeles, onde finalmente teve formação na área da representação - formação essa que pagou com trabalho árduo, suportando o calor californiano vestido de galinha gigante para publicitar El Pollo Loco nas ruas.

 

Eventualmente, alguém reparou que o tipo valia a pena, e começaram a pô-lo à frente das câmaras, o que nos leva ao assunto do post de hoje: o Brad Pringles Pitt.

 

No final dos anos 80, a figura perfeita de Brad deixou de passar indiferente aos públicos do mundo, quando se pôs como surfista ao serviço do senhor de bigodes das batatas fritas. Foi a Era em que as Pringles eram a solução para todos os nossos problemas. Bons velhos tempos.

 

 

 

Definitivamente - para mais tarde recordar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - "Trance" e "War Witch"

por Catarina d´Oliveira, em 30.01.13

Fox Searchlight Pictures revelou o poster oficial da próxima longa-metragem de Danny Boyle, "Trance".

 

O thriller protagonizado por James McAvoy, Rosario Dawson e Vincent Cassell, traz-nos a história de Simon, um historiador de arte que, em parceria com uma quadrilha liderada por Franck, planeia o roubo audacioso de uma obra-prima de Goya num leilão público. Durante o assalto, Simon começa a questionar a quadrilha, e Franck chega a agredi-lo com violência, deixando-o inconsciente. Depois do assalto, Simon afirma que o trauma violento lhe apagou a memória, sendo agora incapaz de recordar onde escondeu a obra de arte. Sem conseguir obter a localização da pintura, Franck e seus parceiros tentam recorrer a uma carismática terapeuta na tentativa de fazer o historiador falar. Mas na jornada mais profunda pela psique, Simon confunde as fronteiras entre realidade e sugestão hipnótica.

 

 

 

O trailer oficial do novo filme de Danny Boyle também foi lançado este mês e acompanha o mood do poster e da própria filmografia do realizador: visuais vivos e "ação cinética" para dar e vender.

 

 

"Trance" ainda não tem data de estreia nacional, mas chega aos Estados Unidos a 5 de abril de 2013.

 

*** *** ***

 

Depois de ver a sua vila queimada por rebeldes e os pais assassinados numa guerra civil na África, Komona é levada para a floresta para lutar como uma criança-soldado. O seu brutal comandante não só a treina para o uso de armas, mas também a força a ter relações com ele. Procurando exaustivamente por abrigo no meio do horror, Komona começa a aproximar-se de um rapaz albino, um pouco mais velho, a quem chama de “Mágico”. Depois de escaparem juntos, Komona deve regressar à sua terra natal para enterrar os pais. Apesar de todos os horrores que encontra pelo caminho, a jovem guerreira nunca perde a esperança.

 

 

"Bestas do Sul Selvagem" é o filme de que se fala, e recolhe honras e reconhecimentos nos Óscares, Globos de Ouro, American Film Institute, BAFTAS, círculos de críticos e festivais de Cinema. Todavia, outra força de natureza semelhante se alevanta - trata-se do drama escrito e realizado por  Kim Nguyen, "War Witch". A não perder.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pull Back Shot - Os Corn Flakes de Keanu Reeves

por Catarina d´Oliveira, em 29.01.13

Não sei se sabem, ou se falei disto vezes suficientes para quem segue, saber. Mas se não sabiam, hoje vão ficar a saber. Na minha modesta opinião, o Keanu Reeves é um dos mais deploráveis e fracos atores a trabalhar em Hollywood e, a agravar a situação, a ser considerado "A List", ou em melhor português, "de primeira linha".

 

O rapaz até pode ser a pessoa mais simpática e acessível do mundo - e ao que parece, é mesmo segundo se diz pela web fora, e até dá o seu lugar no metro a senhoras carregadas -, mas infelizmente, isso não invalida o facto de poder ser execrável profissionalmente, o que a meu ver é, a pontos de não compreender como é que em menos de 30 anos de carreira em Cinema e Tv já tem mais de 70 créditos reunidos, entre os quais se encontram pequenas minas de ouro como "The Matrix".

 

 

De todas as formas, 1987 (com três anos de bagagem ligeira em participações em séries e telefilmes sobretudo), acabou por trazer aquela que tenho para mim como a melhor performance de sempre do amigo Keanu: o anúncio que fez para os Corn Flakes da Kellogg's. Estou mesmo a falar a sério - nunca o vi demonstrar tanto alcance de emoções num filme como nestes 20 segundos de ouro, onde distribui, dançando freneticamente e depenicando, as caixas de cereais por uma longa mesa vazia.

 


Oh sim, para mais tarde recordar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pull Back Shot - Os "super sweet 16" de Jennifer Lawrence

por Catarina d´Oliveira, em 29.01.13

Apesar de já ter feito um ou outro post com moldes semelhantes (nomeadamente este aqui, com as famosas fotografias pouco lisonjeiras), resolvi hoje mesmo inaugurar uma categoria de posts ligeiramente inútil mas potencialmente divertida que irá revisitar os "primórdios mais primordiais"  da carreira de alguns dos mais famosos e reconhecidos atores da indústria Cinematográfica.

 

 

Hoje, e ainda aproveitando o requentado da vitória nos SAG Awards, começamos com uma viagem a 2005, onde encontramos Jennifer Lawrence com apenas 14 anos, bem antes de se tornar um fenómeno de talento e popularidade nos trâmites da sétima arte, no seu primeiro anúncio televisivo. 

 

Quando ganhou o prémio de Melhor Atriz Principal no passado Domingo, Lawrence começou o discurso por dizer: “Quero agradecer à MTV; vou explicar. Recebi o meu cartão do Screen Actors Guild quando tinha 14 anos e fiz um anúncio para a MTV, para o 'My Super Sweet 16', e lembro-me que quando o recebi no correio foi o melhor dia da minha vida, porque me tornou oficialmente numa atriz profissional". 

 

O programa em questão, alguns da minha geração deverão recordar com nostalgia (ou ausência dela). Para os que não conhecem, basicamente, transmite a festa de 16 anos de sonho de uma miúda estupidamente rica, mimada e irritante (sim, estas três condições parecem ter de ser cumpridas sempre e de forma rígida), e ainda ocasionalmente pirosas. No anúncio em questão, Lawrence interpreta Lisa, uma dessas adoráveis criaturas no seu aniversário de sonho.

 

 

Para mais tarde recordar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Awards season - SAG Awards 2013: os Vencedores

por Catarina d´Oliveira, em 28.01.13

Foram ontem anunciados os vencedores dos Screen Actors Guild Awards 2013. Como já era esperado para este ano, os louros foram distribuídos por várias aldeias.

 

 

 

MELHOR PERFORMANCE DE UM ATOR NUM PAPEL PRINCIPAL

DANIEL DAY-LEWIS - "LINCOLN" (Touchstone Pictures)

 

MELHOR PERFORMANCE DE UMA ATRIZ NUM PAPEL PRINCIPAL
JENNIFER LAWRENCE - "SILVER LININGS PLAYBOOK" (The Weinstein Company)

 

MELHOR PERFORMANCE DE UM ATOR NUM PAPEL SECUNDÁRIO
TOMMY LEE JONES - "LINCOLN" (Touchstone Pictures)

 

MELHOR PERFORMANCE DE UMA ATRIZ NUM PAPEL SECUNDÁRIO
ANNE HATHAWAY - "LES MISɉRABLES" (Universal Pictures)

 

MELHOR PERFORMANCE DE ELENCO
ARGO (Warner Bros. Pictures)

 

MELHOR PERFORMANCE DE AÇÃO POR UM ELENCO DE DUPLOS
SKYFALL (Columbia Pictures)

 

PRÉMIO CARREIRA
DICK VAN DYKE

Autoria e outros dados (tags, etc)

Awards season - SAG Awards: Live Stream

por Catarina d´Oliveira, em 27.01.13
Mais uma vez, não há canal televisivo para nos encher as vontades de ver uma boa (ou má) cerimónia de entrega dos SAG Awards, os prémios entregues pelo Sindicato dos Atores. Nada temam, contudo, I've got your back, once again!

 

Abaixo seguem os links para o live stream da cerimónia e, para os mais ousados, da red carpet também. 

 

RED CARPET

 

Emissão E! Entertainment

 

Outra Emissão

 

 

CERIMÓNIA

 

Emissão TBS

Emissão TNT

Autoria e outros dados (tags, etc)

New Shots - 28 de janeiro a 3 de fevereiro de 2012

por Catarina d´Oliveira, em 27.01.13


Esta semana nos cinemas:



Autoria e outros dados (tags, etc)

Mise en Scène - A beleza da bizarria em "L'Ecume des Jours"

por Catarina d´Oliveira, em 25.01.13

Audrey Tautou + boa música + romance bizarro num mundo bizarro = oh como é bom ter (pelo menos, aparentemente, para já) Michel Gondry de volta à grande forma.

 

 

Do realizador de "Eternal Sunshine of the Spotless Mind" (2004) chega uma história de amor mágica que resistiu ao teste do tempo. Adaptada do livro homónimo de Boris Vian (que em Portugal se traduz como "A Espuma dos Dias"), a película viaja até um mundo onde é possível viajar numa nuvem cor-de-rosa - com ajuda do cozinheiro e do melhor amigo, Colin, um jovem rico e inventor de um peculiar instrumento musical apaixona-se por Chloe, a autêntica encarnação humana de uma composição de Duke Ellington. Todavia, e contra todas as expectativas, depois do casamento de ambos, Chloe fica doente (tem uma flor a nascer entre os pulmões), o que levará Colin a arruinar a sua fortuna e virar o mundo do avesso para salvar o seu único e verdadeiro amor.

 

Quanto ao trailer... estou apaixonada. E tragam-me já isto para Portugal, please.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/6




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D