Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Mise en Scène - Madagascar 2, Dragon Ball e Mall Cop

por Catarina d´Oliveira, em 03.10.08

Lembram-se daquela divertida história sobre um leão, uma zebra, uma hipópotama e uma girafa que fugiram de um zoo e tiveram de aprender a viver no meio dos "bichos" outra vez?

Falo de Madagáscar! Isto porque, preparem-se, vem aí a sequela: Madagascar: Escape 2 Africa.  E aí está o novo trailer!

(Madagascar foi para mim uma agradavel surpresa! Só posso esperar que o nível se mantenha neste segundo episódio que muito anseio ver!)

 

O próximo trailer quase dispensa apresentações. Vindo directamente do Japão, Dragon Ball foi uma série que acompanhou a infância de muita gente despertando paixões e ódios.

Em 2009, a famosa série "infantil" chega aos cinemas do mundo.

(*estou cada vez mais apreensiva em relação a esta adaptação... há coisas que simplesmente não servem para cinema... Dragon Ball parece-me ser uma delas)

 

Terminando a leva de trailers de hoje, trago-vos o novo de Paul Blart: Mall Cop; uma comédia bem disposta sobre um segurança de um centro comercial que desmascara um plano de assalto ao centro onde trabalha ganhando o respeito de todos e uma admiradora muito especial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Point-Of-View Shot - Burn After Reading (2008)

por Catarina d´Oliveira, em 02.10.08

 

"Osbourne Cox? I thought you might be worried...about the security...of your shit." 

 

Que os irmãos Coen sabem muito bem o que fazem quando dirigem um filme, todos sabemos. Também sabemos que, como todos os realizadores, eles têm filmes melhores e filmes menos bons.

Depois de um brilhante/intenso porém negro "No Country for Old Men" (grande vencedor dos Óscares este ano), a nova aventura dos irmãos Coen chega-nos num novo registo e um pouco mais leve. A negritude e sarcasmo lá continuam, mas desta vez em porções e momentos diferentes.

 

Numa reunião dada pela CIA, Osbourne Cox depara-se com o seu maior pesadelo: o despedimento. O analista não reage bem à notícia e, ao regressar a casa, depois de muito álcool à mistura, resolve escrever um livro com as suas memórias.

Cox é casado com Katie, uma médica fria e calculista que o trai com um agente federal, Harry Pfarrer, também este casado. Ambos parecem fazer planos para deixar os seus conjuges.

 

Num outro local de Washington funciona o ginásio Hardbodies Fitness Centers, onde Linda Litzke (uma das empregadas) agonia a cada dia que passa com o desejo de fazer várias cirurgias plásticas para melhorar o seu aspecto, e tem como confidente um animado mas (muito) bronco colega Chad Feldheimer.

 

Até aqui nada de especial... acontece que, um dia, um misterioso cd de Osbourne Cox vem parar às mãos de Linda e Chad, que resolvem chantageá-lo para conseguir algum dinheiro.

A partir daqui, numa espiral de inacreditáveis acontecimentos, o controle foge das mãos de todos os envolvidos dando lugar a uma negra e hilariante anarquia que terá consequências drásticas.

 

O que mais me impressionou neste Burn After Reading foi, de facto, a sua negritude; a forma como, instantaneamente, passamos de um momento de pura comédia para um "ahh...hmm..não sei se me ria ou não.." que chega a ser desconfortável (positivamente, é claro). É nisto que são mestres os irmãos Coen. De um momento para o outro, uma rabanada violenta muda por completo o curso das coisas.

 

Mas não é só por isto que vale a pena ir até ao cinema assistir a este divertido filme.

Burn After Reading não pretende enviar mensagens profundas ou significativas, trata-se apenas de uma diversão pontual que não é mais que uma abordagem jocosa à "inteligência" de muito boa gente que por aí anda pensa ter.

 

Algumas personagens são absolutamente deliciosas. A preferida pessoal: Chad Feldheimer. Um autêntico bronco que têm imensa, imensa piada.

 

Mas como seria de esperar, Burn After Reading não é brilhante, nem o melhor filme dos Coen. Pode nem ser uma das três melhores comédias do ano...

A acção é por vezes um pouco atabalhoada e com elementos dispensáveis (apesar de o filme não ser longo, mas que poderiam ter sido mais aproveitados). Sendo um filme divertido, nunca chega a ser MUITO divertido: tem bons momentos pontuais de comédia maioritariamente negra, mas fica aquele gostinho a pouco "hmmm...talvez esperasse mais". Talvez faltasse um bocadinho mais de alma!

 

Ainda assim, Burn After Reading é definitivamente "a ver" e não será, sem dúvida, dinheiro mal gasto. Volto a frisar os grandes momentos negros (para mim, o ponto alto do filme), as performances divertidíssimas (especialmente pelo trio Frances McDormand, John Malkovich e Brad Pitt) e uma visão muito... interessante sobre a inteligênca.

Afinal, "a inteligência é relativa" não é verdade?

 

7/10

Autoria e outros dados (tags, etc)

Media Shots - Revista Red Carpet, Outubro 2008

por Catarina d´Oliveira, em 02.10.08

Companheiros cinéfilos, a edição de Outubro da REdCarpet está prontinha e pronta a ler!

 

 

Nesta nova edição podemos contar com um artigo sobre Brad Pitt, as usuais críticas dos filmes presentemente nas nossas salas, tops, jogos e muito mais! Eles não brincam em serviço ehe!

 

Não percam a versão online AQUI ou a versão disponibilizada pelo RedCarpet para download AQUI.

 

Mais uma vez, é importante lembrar o quão é importante este esforço conjunto de tantos apaixonados pelo mundo do cinema de dar ao país novas formas de chegar ao que vemos nas salas de cinema. Um esforço a que estamos todos muito e sinceramente agradecidos!

 

Obrigado RedCarpet!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 5/5




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D