Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Deep Focus - Sequelas & Remakes

por Catarina d´Oliveira, em 25.11.10

 

 

Recontar histórias, ou mesmo reinterpretá-las não é nada de novo.


No passado, não havia forma de gravá-las, por isso, as histórias, as estórias, os mitos e as lendas sobreviviam passando de boca em boca, de geração em geração. Na verdade, e felizmente, esta é um tradição que ainda podemos observar em alguns cantos recônditos do nosso mundo. É fascinante como histórias tão antigas conseguem chegar (quase) intactas aos dias de hoje. É uma realidade interessante esta, apesar de ser muito longínqua da forma estandardizada e desumanizada com que Hollywood reconstrói, na esmagadora maioria das vezes, as suas histórias.

 

A motivação aqui é dura e fria: mais nome, mais sucesso, mais dinheiro. Um bom filme tem sucesso (bom, às vezes nem sequer tem de ser um bom filme, apenas tem de ter sucesso) e, quais teletubbies amestrados, vemos os estúdios a gritar delirantes “Outra vez! Outra vez!”.  Infelizmente, e como diz o povo muito bem, um raio não cai duas vezes no mesmo sítio muitas vezes, e muitas vezes estas repetições saem furadas. E quem fala em repetições, fala também em esticamentos: esticar, esticar e esticar um enredo inicial de um filme para um franchise de 4, 5, 6 ou 7…


Todos o sabemos. As sequelas e os remakes são geralmente incompreendidos no universo cinematográfico. Mas será possível chegar ao sucesso através deles?

 

Tudo sobre remakes e sequelas no Close-Up nos próximos dias.

Tudo não... mas muito. Ou pelo menos qualquer coisinha... Passem cá para ver!

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Ricardo Vieira a 26.11.2010 às 00:14

Cá estarei para ler os artigos! :)

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D