Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Master Shot - Crianças ... inocentes?

por Catarina d´Oliveira, em 30.07.09

 

Infância.
 
Que bela fatia da vida!
Que belos tempos de alegria, de aprendizagem, de convívio e de diversão sem preocupações! Que boa época para crescer, desenvolver o intelecto e o físico, fazer amizades e ser inocente.

 

Que bons tempos para traumatizar e ser traumatizado, para ser possuído por Satanás ou mesmo para revelar-se como um robô, um fantasma, um psicopata ou… Wow! Esperem lá. Desde quando é que as crianças passaram do ser inocente para o autêntico “vai de retro Satanás”?

 

Alguém que dê um par de estalos aos pais destas crianças que claramente, e tal como os filhos, devem ter algum problema mental para ainda não os terem levado ao psicólogo.

 

A presença de "Creepy Kids" no cinema de Terror é hoje uma constante mas nem sempre foi assim. Antigamente, só muito esporadicamente é que tinhamos a nossa dose de terror infantil, mas actualmente a coisa tornou-se moda e os realizadores por esse mundo fora perceberam que ter personagens tão ambíguos e paradoxais como crianças demoníacas era um passo certo para o sucesso. 

 

Hoje deixo-vos com as minhas escolhas dos miúdos que precisavam de umas boas doses de Hannah Montana e que mais me assustaram e arrepiaram no cinema dos últimos 30 anos.

 

 

Filme: The Grudge (2004)

Representado por: Yuya Ozeki 

 

Tive pesadelos na noite em que vi este filme... em cada reentrância escura da casa receava ver os olhos cavados e negros de uma cara pálida e gélida. E o barulho que eles faziam? BRRR! Além do mais, o miúdo é um craque! Não só aterrorizou na versão original Japonesa (Ju-On) como na Americana (The Grudge). Isto é que é fibra!

 

 

Filme: El Orfanato (2007)

Representado por: Óscar Casas

 

El Orfanato é mais um daqueles filmes espanhóis brilhantes e assustadores. Esta última característica deve-se muito ao nosso amigo Tomás, um menino sem face que aparece encapuçado com uma máscara desfigurada e um apito ao pescoço e que se limita a ficar parado a olhar-nos de longe...nos olhos.

 

 

Filme: The Ring (2002)

Representada por: Daveigh Chase

A frase: "Everyone will suffer"

 

Samara é um fantasma de uma criança que foi morta e atirada para um poço pela mãe. Como é óbvio a coisa não lhe caiu bem e ela resolveu voltar para se vingar...seja lá do quem for.

Matar pessoas só ao assistir a uma cassete de vídeo é poder puro, e só por isso, Samara Morgan já merecia constar nesta lista. A acrescentar ao "docinho", temos a habitual cara pálida e olhos negros e um penteado que esconde constantemente as suas feições. Sempre fui fã do "quanto menos se vê mais assustador é"! Põe a nossa mente a funcionar e automaticamente, cada um de nós imagina aquilo que mais o assusta. Nice touch!

A imagem para a vida? Aquele rastejar para fora do ecrã da televisão. Pavoroso.

 

 

Filme: Joshua (2007)

Representado por: Jacob Kogan

A frase: "Do you still love me daddy?"

 

Joshua é o menino prodígio inteligente que toca piano. É também um caso especial. Especial porque não é possuído pelo demónio, nem é um fantasma ou um ser amaldiçoado. É simplesmente um rapaz; um rapaz violentamente enciumado pela chegada da irmã mais nova que tem uma certa queda para atacar animais, esventrar bonecos e apredrejar mendigos.

 

 

Filme: The Shining (1980)

Representadas por: Lisa e Louise Burns

A frase: "Come and play with us, Danny. Forever... and ever... and ever."

 

A presença das gémeas Grady em The Shining é fugaz mas cada segundo é um aperto no estômago e acreditem... não vão esquecê-las tão cedo.

As meninas aparecem ao pequenito (e também ele macabro apesar de não estar nesta lista) Danny Torrance e são uma espécie de aviso para aquilo que está para vir: os papás passam-se da caixa dos pirolitos e matam as mamãs e os filhotes. Amoroso. E é ainda mais amoroso quando as imagens das gémeas são intercaladas com um imenso mar de sangue ou os flashes dos seus corpos inanimados e ensanguentados... credo! Ainda mais macabro? As miudas nem gémeas eram (as actrizes tinham respectivamente, 10 e 8 anos).

 

Filme: [REC] (2007)

Representada por: Claudia Silva

 

[REC] é outro dos magníficos espanhóis. Num cenário claustrofóbico e caótico em que um vírus torna aqueles que afecta em máquinas de matar sangrentas surge uma menina acompanhada dos pais. Jennifer tem estado doente, bem como o seu cão que está no veterinário...e matou vários animais num súbito ataque furioso. De repente, Jennifer já não é a menina assustada e envergonhada, mas uma criatura deteriorada de olhos de um vermelho negro que com um instinto mais que animal, ataca a própria mãe.

 

 

Filme: Hide and Seek (2005)

Representada por: Dakota Fanning

A frase: "You're gonna make him mad."

 

Dakota Fanning é uma pequena grande actriz e foi sem grandes surpresas que a vi encarnar na perfeição mais um personagem peculiar. Desta vez, abandonamos os cabelos loiros e as expressões felizes para abraçar uns olhos cavados que espreitam por entre um cabelo escuro e escorrido. Emily perdeu a mãe e muda-se para o campo com o pai. É aí que conhece Charlie, um amigo imaginário com tendências violentas e homicidas; mas quem é ele? Um fantasma? Um demónio? ... ou uma parte da mente perturbada de Emily?

Num dos momentos mais inquietantes, um personagem pergunta a Emily o que é que ela está a desenhar: "You...dying."

 

 

Filme: A Nightmare on Elm Street (1984)

A frase"One, two, Freddy's coming for you. / Three, four, better lock your door. / Five, six, grab your crucifix. / Seven, eight, better stay awake. / Nine, ten, never sleep again."

 

O nosso amigo Freddy é um mago do terror, mas quem não se arrepiou até ao mais ínfimo pêlo quando ouviu as meninas vestidas de branco a entoar a música de Krueger? É que...a sério...só aquela letra... e cantada da maneira que é... como se de uma cançar infantil se tratasse... UI!

 

 

Filme: The Sixth Sense (1999)

Representado por: Haley Joel Osment

A frase: "I see dead people."

 

E chegamos ao incontornável Cole Sear. Haley Joel Osment brindou-nos aqui com uma das melhores performances infantis já vistas com o perturbado menino que vê pessoas mortas. É certo; Cole não era dos maus, mas aqueles olhos causaram-me arrepios que nunca esqueci. Aliás, quem fala com fantasmas é um "creep" certificadíssimo.

 

 

Filme: The Omen (2006)

Representado por: Seamus Davey-Fitzpatrick

A frase: "Please Daddy, don't!"

 

Nem precisava haver filme nenhum para eu querer estar a milhas deste miudo. A sério, até me faz confusão olhar para as fotos dele de frente (raio do miudo também parece que nos está sempre a ver!). Mas a verdade é que, a juntar ao ar sugestivo, temos também um personagem peculiar. É que Damien Thorn é nada mais nada menos que o próprio filho de Satanás, o anti-cristo, o rebento do cornudo. A partir daqui não há grande coisa que não se espere... até pessoas que o veneram de formas macabras (tipo...enforcarem-se a dizer "isto é por ti!")...

 

Menções Honrosas:

Adam Duncan (interpretado por Cameron Bright) - Godsend (2004)

Sean (interpretado por Cameron Bright) - Birth (2004)

Aidan Keller (interpretado por David Dorfman) - The Ring (2002)

Eli (interpretada por Lina Leandersson) - Lat den rätte komma in (2008)

Grupo de Crianças - Eden Lake (2008)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

subscrever feeds


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D