Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Snorricam - Inception contado por uma mãe

por Catarina d´Oliveira, em 06.11.14

E depois de hilariantes versões de "The Matrix" e "Star Wars", a MÃE CINEMA está de volta para nos recontar a intricada história de "Inception".

 

ffffff.png

A  ideia é esta: um tipo viu o "Inception" com a mãe e no final pediu-lhe para contar a história do filme em áudio. Depois, o tal tipo resolveu enfeitar o recontar do enredo com animações arcaicas hilariantes.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Snorricam - Fabuloso poster de "Inception"

por Catarina d´Oliveira, em 28.02.13

Nota: Só é pena que mais uma vez o DiCaprio seja o sacrificado - desta vez, nem no nome lhe acertaram... É LeonardO.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Deep Focus - INCEPTION, parte 3 (Vários Infográficos)

por Catarina d´Oliveira, em 05.08.10

Por toda a Internet, milhares e milhares de espectadores partilharam a sua visão ácerca do que realmente se passava em Inception.

Muitos até se deram ao trabalho de desenhar gráficos e infográficos para explicar a história e elucidar todos os outros. Este post é uma pequena recolha de algumas dessas tentativas, tentando chegar àqueles que não concordaram com a minha interpretação aqui.

 

ALERTA DE SPOILERS -- se ainda não viram o filme, ignorem esta série de artigos

 

(clicar nas imagens para ampliar)

 

Antes de mais, e não tanto na onda da explicação mas mais da contextualização, encontrei um quadro com a caracterização de cada um dos personagens. O Flicksided foi o responsável.

 

 

Esta segunda imagem representa o conceito cerebral de Inception de uma forma simples e sucinta; um belo trabalho de Ibraheem Youssef.

 

 

Se este gráfico publicado no Deviant Art foi feito para elucidar os espectadores... receio bem que não tenha sido bem sucedido. O que se pretende aqui explicar é a cronologia dos sonhos, quem esteve presente, e como foram os kicks. Talvez um gráfico sobre este gráfico seja uma boa ideia para nos fazer entender melhor o que se passou aqui.

 

 

 Algures no Flickr, um utilizador tentou simplificar a coisa e conseguiu...ainda que isto não seja dizer muito.

 

 

 

E uma mistura de clássicos. (Para quem ainda nao viu, aqui está o vídeo de David depois do dentista). E acho que este é o que expressa melhor o sentimento que Inception desperta! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Deep Focus - INCEPTION, parte 2 (Níveis do Sonho)

por Catarina d´Oliveira, em 27.07.10

Nesta segunda parte da série de artigos sobre Inception vamos discutir os níveis de sonho que foram demonstrados ao longo do plano da Implantação da ideia central na mente de Fisher Jr.

 

Ainda só vi o filme uma vez, pelo que há muitas coisas que ainda tenho de confirmar com visionamentos posteriores. De qualquer forma, é um exercício interessante tentar olhar para as diversas camadas de sonho organizadas no plano da Implantação.

 

ALERTA DE SPOILERS -- se ainda não viram o filme, ignorem esta série de artigos

 

Nota: este quadro foi inspirado no original publicado pelo site americano CinemaBlend, contendo algum material adicionado por mim que pareceu fazer mais sentido.

 

 

Algumas notas sobre o quadro:

  • O quadro supõe que o nível 1 corresponde à realidade. É de notar que existem algumas teorias que defendem que não existe realidade em Inception e que, na verdade, tudo é um sonho. Todavia, aqui considera-se que a realidade existe de facto. (As teorias de Inception serão desenvolvidas num artigo futuro).
  • Na tabela original, o nível 5 era chamado de limbo, algo que estava errado segundo a minha visão devido a alguns factores que serão aqui expostos.
  • Na realidade, o nível 5 é um sonho de Cobb no qual ele mesmo é o arquitecto. O que acontece e pode ser confuso é que a estrutura e os edifcícios são os mesmos que existiam no Limbo de Cobb e Mal. Na verdade, ele escolheu esta arquitectura de sonho para lhe conhecer todos os recantos e encontrar Fisher e Mal mais facilmente.
  • No nível 5 Fisher ainda se encontrava ferido. Se Fisher tivesse morrido de facto no nível 4 e tivesse ido para o Limbo, ele apresentar-se-ia bem e sem ferimentos. (Fisher continua a ser o alvo, mas como se encontra ferido não é capaz de popular o sonho no nível 5.)
  • Enquanto Fisher, Ariadne e Cobb estão no nível 5, Saito morre no nível 4 e vai para o Limbo, que é algo separado e não corresponde a outro nível de sonho..
  • No nível 5, Cobb discute com Mal e fica para trás enquanto Ariadne e Fisher regressam ao nível 4. Todos excepto Cobb e Saito acordam no nível 2 através da cadeia de "kicks" organizados. Tendo perdido a oportunidade de voltar, Cobb e Saito têm de esperar já que, de qualquer forma, vão acordar quando a máquina no nível 1 se desligar, mas existe ainda um problema - Saito poderá voltar sem sentido da realidade uma vez que ficou preso no limbo muito tempo. É por esta razão que Cobb se deixa ficar para trás.
  • No nível 2, Cobb afoga-se, o que o envia para o limbo e é por isso que mantém a aparência jovem quando encontra Saito existindo ainda duas justificações para este facto: 1) Cobb entra no nível 5 antes de Saito morrer, entrando no Limbo muito depois de Saito; 2) Quando Cobb chega ao Limbo, vêmo-lo dentro de água depois de o afogamento o ter levado lá (faz sentido uma vez que os efeitos em níveis superiores afectam os dos níveis inferiores como vimos nas cenas de gravidade zero de Arthur que foi afectado pela queda da carrinha no nível superior).
  • Eventualmente, Cobb encontra Saito que já se perdeu no Limbo e tenta lembrá-lo daquilo que ele é e o que está ali a fazer, acabando por conseguir. Depois deste ponto, vêmo-los manusear uma arma mas depois só podemos colocar suposições, uma vez que não vemos nada a acontecer de facto. Podem ter-se morto ou podem ter sido acordados pela maquina que se desligou no nível 1. 

Têm alguma opinião diferente? Partilhem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Deep Focus - INCEPTION, parte 1 (Glossário)

por Catarina d´Oliveira, em 25.07.10

Como viram no último post que escrevi... já vi Inception e foi mesmo daqueles filmes que dá logo vontade de comentar, escrever, falar, discutir. Neste sentido, resolvi criar uma pequena série de artigos relacionados com o filme com vista a esclarecer alguns pontos e a pôr em discussão outros tantos.

 

O primeiro passo parece-me ser claro, como bem me lembram as aulas de metodologias da universidade: esclarecer e clarificar os conceitos.

Assim segue em baixo o Glossário de Inception! Se se lembrarem de mais alguma coisa a acrescentar, não deixem de comentar!

 

ALERTA DE SPOILERS -- se ainda não viram o filme, ignorem esta série de artigos

 

 

Arquitecta: A pessoa que contrói o mundo do sonho dentro da mente daquele que sonha. No grande sonho da Implantação, Ariadne é a arquitecta.

 

Batedor (PointMan): A pessoa que escolta os alvos (sujeitos) e recolhe todas as informações sobre eles.

 

Empurrão (Kick): Ao destruir o equilíbrio daquele que sonha podemos acordá-lo de um sonho e trazê-lo de volta à realidade. Se se está a sonhar um sonho dentro de um sonho dentro de um sonho, cada nível de sonho terá o seu próprio kick, para que o kick do nível acima funcione. (desta forma, Arthur rebentou o elevador para os acordar do sonho da fortaleza da neve para que pudessem ser acordados pelo choque do carro com a água)

 

Forjador: A pessoa que pode tomar outras identidades dentro dos sonhos para os ajudar a desenvolver.

 

Extracção: A prática de invadir os sonhos e roubar segredos das pessoas envolvidas: este é o trabalho que Cobb e a sua equipa costumavam fazer.

 

Implantação (Inception): A prática de entrar nos sonhos e implantar uma nova ideia na cabeça de alguém.


Limbo: Um lugar onde aqueles que sonham poderão ir parar se se deixarem afundar demasiado no sonho. É um local de sonho não construído onde o tempo passa depressa e onde as pessoas perdem a noção do que é real. Por causa dos sedativos utilizados no plano da Implantação, sabemos ainda que, nesta situação, quem for morto no sonho também vai para o Limbo. 

 

Projecção: Uma pessoa criada pela mente subconsciente do sujeito e que não é real. Funcionam como glóbulos brancos: quando o sujeito começa a perceber que o sonho em que está não é o seu, as projecções respondem violentamente e tentam descobrir a verdadeira pessoa que sonha e destruí-la. 

 

Químico: A pessoa que cria a droga (sedativo) que permite às pessoas entrar em vários níveis de sonho.
 

Sonhador (mais correctamente, aquele que sonha): A pessoa que sonha efectivamente e cujo sonho é aquele em que os outros indivíduos estão. Quando se criam sonhos dentro de sonhos, cada nível deve ter um "sonhador" diferente. No caso de Inception, Yusuf sonha o primeiro nível, Arthur o segundo e Eames o terceiro.

Sujeito: A pessoa cujo subconsciente é trazido para o sonho, normalmente com o propósito de extrair informação ou, mais raramente, implantar uma nova ideia. Fisher é o sujeito.

Totem: Um objecto construído por alguém que planeia invadir um sonho, cujo peso e composição exacta apenas essa pessoa sabe. Este objecto pode ser usado para verificar se estamos no mundo real ou num sonho. Cobb usa um pião que, quando atirado num sonho, não pára de rodar.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D