Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Point-Of-View-Shot - Vicky Cristina Barcelona (2008)

por Catarina d´Oliveira, em 14.02.09

 

Vicky e Cristina são amigas e misturam-se como azeite e água: Vicky é reservada, sensível e noiva; Cristina procura sensações novas, emocional e sexualmente e tem qualquer vago toque artístico que prossegue mas nunca realmente alcançou. As duas são amigas há muito e decidem ir até à quente e picante Barcelona para umas relaxadas (e culturais) férias de Verão.


Uma noite, num restaurante tradicional mas distinto, as amigas são abordadas por um carismático mas “abusado” espanhol – Juan Antonio – que as convida para um fim de semana em sua casa em Oviedo onde, se tudo correr bem, farão amor. Os três. Com dois pés atrás, Vicky é arrastada por uma entusiasmadíssima Cristina para aquela quer será uma das maiores e mais loucas aventuras das suas vidas, que envolverá relações a dois, a três e uma ex-mulher desequilibrada a pesar na balança.


A sensualidade e riqueza cultural de uma cidade como Barcelona foram trunfos de peso na mão de um jogador experiente que, apesar de há algum tempo um pouco em baixo de forma, regressa com uma comédia divertida e original, que nos leva a lugares pitorescos que não só nos dão vontade de nos metermos num calhambeque e viajar até à cidade espanhola, mas também de participar de uma tão colorida e alegre história (com os seus mini-dramas é claro).

 


Vicky Cristina Barcelona não é propriamente uma história; penso mais nele como uma aventura. Um parêntesis excitante na vida monótona e sempre igual de duas mulheres como quaisquer outras. Ou melhor, um espalhafatoso ponto de exclamação!
O segredo da mais recente fita de Woody Allen é que o realizador não leva as coisas demasiado a sério, brindando-nos com um espectáculo de arte, cor e calor que, sem deslumbrar, fará as delícias de quem por ele se aventurar.

 

Questões provocantes são levantadas e surgem as respostas livres e sem pudor sobre temas (estupidamente) "tabu" como a bigamia ou o próprio desejo sexual.

As múltiplas relações amorosas, por vezes de tão curta vida, são marcadas por um dramatismo exacerbado que só vem pesar mais no tom divertido e descomprometido da obra de Allen. Este é também, e como tantos outros, um filme intrinsecamente sobre o sexo feminino pelo qual Allen nutre uma especial admiração. E note-se, não é um filme para mulheres, mas sobre mulheres.


Os dois personagens mais interessantes e divertidos de ver são, nem mais nem menos, a dupla espanhola de maior destaque da indústria cinematográfica: Javier Bardem e Penélope Cruz. E se os seus personagens podem ser acusados de serem agregados de clichés dos batidos “amantes latinos”, Allen usa sim esses clichés mas com muita graça e jovialidade, o que os torna realmente prazenteiros de ver.

 

Os dois espanhóis têm uma química inegável e as suas cenas conjuntas são, sem dúvida, a alma e diversão do filme. As suas discussões são surpreendentemente excitantes; a alternância entre o espanhol e o inglês são magistralmente introduzidas sem nunca parecerem forçadas.

 

 

Cruz é especialmente deliciosa de se ver, na sua apaixonada e lancinante loucura que por vezes não a deixa ver a realidade como é. Sem dúvida a minha candidata favorita ao Oscar deste ano!
Johansson e Hall são regulares. Em certas alturas achei-as um bocadinho “sem sal”, mas quem não o seria num cenário e com companheiros de cena como os que tiveram?


O pano de fundo, a já mencionada Barcelona está como sempre esteve: pejada de riquíssimos elementos culturais e banhada por uma onda quente de sensualidade e até amor, tudo captado com mestria por Javier Aguirresarobe. A música, numa completa hegemonia da sonoridade espanhola, é também ela um elemento crucial, transpirando, uma vez mais, toda a beleza e unicidade das cidades espanholas.


Não é um filmaço, mas também não segue essas pegadas.
É um daqueles filmes que, apesar de não tratar o tema, lembra o Verão, e que será certamente melhor aproveitado se visto nessa época. O bafo quente e as bebidas frescas ajudarão certamente a instalar o clima para uma noite de cinema bem passada.


Vicky Cristina Barcelona vive da sua simplicidade, e chega-lhe bem.É uma descontraída aventura de duas mulheres que, diferentes em muitos traços, têm o mesmo desejo final: encontrar o Amor.
 

7.5/10

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Marcelo Pereira a 12.08.2009 às 15:54

Woody Allen é dos meus realizadores favoritos, e arrisco-me a dizer que so far, este é o meu trabalho predilecto do cineasta. Penélope e Berdam estão como nunca ninguém os viu!

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D