Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Setembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Point-Of-View Shot - Babylon A.D. (2008)

por Catarina d´Oliveira, em 12.09.08

 

"Save the planet. What for? Life's simple. Kill or be killed. A survivors' code. My code. And it all sounds great until the day you find yourself confronted by a choice. A choice to make a difference or to walk away and save yourself. I learned something that day. Too bad it was the day I died."
 

Como já sabem e já disse milhares de vezes, os filmes de acção nunca foram o meu forte.

Não sei mas nunca consigo tirar muito proveito de um bando de homens à pancada e aos tiros que ou querem roubar uma grande instituição, ou querem alguma vingança maluca, ou têm qualquer tipo de missão de atravessar meio mundo com 5000000 pessoas a quererem matá-los.

 

Claro... há honrosas excepções (felizmente!) que me fazem engolir o que acabo de dizer com muito gosto. Mas Babylon A.D. não é de todo um desses filmes...

 

Num futuro não muito longínquo, Toroop (Vin Diesel) é uma espécie de mercenário ao qual é incumbida a missão de escoltar uma jovem mulher - Aurora - desde a Rússia até Nova Iorque (já estão a ver a parte de atravessar meio mundo, com assassinos a perseguir e por aí fora). O que Toroop não desconfiava é que Aurora era uma espécie de "Maria, mãe de Cristo" renascida, já que transporta na barriga dois gémeos (que apareceram lá sozinhos, sem que qualquer homem a tocasse) que se acreditam ser os novos Messias.

 

Nem vou passar daqui com explicações porque, honestamente, mesmo que quisesse não ia conseguir.

 

O próprio realizador Mathieu Kassovitz admitiu que o filme não passava de um "mau episódio de uma série de televisão" e que a Fox lhe negou uma edição mais longa. Talvez tenha sido a morte do artista porque, realmente, a história que ali poderia existir (até interessante talvez) ficou feita em picadinho. E como se ficar feita em picadinho não bastasse,  foi espalhada em pedaços incompreensíveis em si mesmos.

 

 

Às tantas ninguém sabe quem são os supostos "maus-da-fita". Ninguém. Nem Vin Diesel, nem nós telespectadores. E acreditem, saí da sala de cinema sem saber. A verdade é que nem sequer se consegue entender de facto porque é que Aurora é assim tão importante para as seitas religiosas e para os poderosos do mundo.

 

As próprias cenas de acção, que muitas vezes "salvam" muitos filmes basicamente vazios, são tão confusas e extranhamente mostradas que nem sabemos porque estão a acontecer ou para quê. Por outro lado, o actor principal também às vezes dá um ar de sua graça e o seu carisma sempre dá mais uma cor ao filme, o que Vin Diesel nem sequer chega perto de fazer. Foi impressão minha ou ele falava de uma forma estranha? E também é impressão minha ou não há qualquer tipo de emoção ou personalidade no olhar dele?

Gérard Depardieu tem uma pequena participação que só parece ser justificada pela necessidade de mais um nome grande no filme...já que não há grandes objectivos com a sua presença, só a de manchar uma boa e sólida carreira.

 

Mas para não dizerem que só tenho críticas negativas a fazer... gostei de alguns momentos pontuais, ou de algumas construções cénicas. Por exemplo, o retrato da degradação da feira na Europa do Leste, ou o desespero na entrada no submarino, ou até algumas cenas mais emotivas e fortes protagonizadas invariavelmente por Mélanie Thierry (Aurora). 

 

A verdade é que a intenção de Babylon A.D. poderia até ser boa, em termos de dar visões sobre a corrupção, clonagem, seitas religiosas... o problema é que, para fazer isso, e para que o espectador o compreenda, é preciso que o texto seja bom. Ou melhor, é pelo menos necessário que o texto seja coerente...ou que haja um texto para começar...o que aqui parece nem existir. 

 

4/10

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Setembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D