Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Point-of-View Shot - Midnight in Paris (2011)

por Catarina d´Oliveira, em 16.09.11

 

"You're in love with a fantasy."

 

Continuando a rota europeia de Vicky Cristina Barcelona, Woody Allen encontra agora em Paris a sua grande musa. Reencontrando-se e redescobrindo-se, o realizador traz-nos a história mágica de um homem que um dia deixou de ter medo e decidiu seguir o seu sonho.


Gil sempre idolatrou os grandes escritores americanos. A vida levou-o a trabalhar como argumentista em Hollywood, o que se por um lado fez com que fosse muito bem remunerado, por outro lhe rendeu uma boa dose de frustração. Agora, está prestes a ir a Paris com a noiva, Inez, e com os pais dela, John e Helen. John irá à cidade para fechar um grande negócio e não esconde a sua desaprovação pelo futuro genro. Estar em Paris faz com que Gil se volte a questionar sobre os rumos da vida, desencadeando o velho sonho de se tornar um escritor reconhecido.

 


Midnight in Paris abre, desenvolve e fecha como um belo postal da cidade das luzes. É importante conhecer os locais onde vamos filmar o nosso filme, e Woody Allen não só faz isso como também se apaixona repetidamente por estes locais, e como um jovem embriagado de paixão, filma-os. O que vemos é o resultado dessa relação quase amorosa entre o realizador e as cidades que filma, que sempre tiveram lugar de destaque no seu Cinema.
 

O realizador e Darius Khondji (fotografia) deram ao filme um estilo visual vívido e único: seja, por exemplo, na montagem inicial em jeito de postal ou nas cenas dos anos 20, cheias de texturas ricas e fluídas.
 
O filme é cheio de graça e vivacidade, e é impossível não ficarmos inegavelmente apaixonados pelo passado como o nosso protagonista. E todas aquelas fascinantes figuras histórias… fascinantes em toda a humanidade que equiparavam à sua genialidade (e aqui entre nós, os actores pareciam estar a divertir-se à grande).
 


Estamos perante um conto lírico sobre o prazer, a criatividade e o romance. E se Midnight in Paris tem o seu quê de esquizofrenia, pairando entre a realidade e a fantasia, eu cá não me importo nada com isso.
Os elementos de fantasia nunca são exagerados, e compreendemos sempre que não têm a intenção de serem levados a sério, mas são uma forma interessante e diferente de o filme se manter em cheque com os seus temas mais profundos.
 

Infelizmente para nós e para a história, há simplesmente algo que não bate certo; os contrastes são demasiado fortes. Como é possível que Gil tenha chegado a este ponto da relação – ao ponto de casar – com uma pessoa que nunca se esforça para o compreender, ou apreciar, ou sequer amar? Este é um dispositivo que serve para nos separar da fantasia e da dura realidade, mas a verdade é que não tinha de ser assim tão dura – que diabo, onde é que ele foi desencantar uma família destas?

 

 
O elenco é fantástico; todos os actores parecem perfeitos para o seu papel, e acho que este é o melhor elogio que lhes posso fazer. E como ouvi por aí algures, Owen Wilson parece ser o avatar perfeito de Woody Allen.
 
Midnight in Paris é encantador, inteligente e nuclearmente esperançoso. E obviamente não tenho espaço nem engenho para prezar este filme quanto baste, por isso toca a levantar os rabinhos da cadeira e vão ver esta maravilhosa parada mágica por vocês mesmos.

 

 

8.5/10

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De André Clemente a 16.09.2011 às 15:19

vou ver amanha pelo teu comentário esta recomendadissimo...depois deixo o feedback
Sem imagem de perfil

De André Clemente a 18.09.2011 às 20:04

Grande filme adorei concordo com a pontuação!!
Imagem de perfil

De Catarina d´Oliveira a 18.09.2011 às 22:56

André, ainda bem que gostaste! o Woody regressou em grande e mostrou que quem sabe não esquece :D assim vale a pena!
Sem imagem de perfil

De Frederico Daniel a 30.01.2014 às 01:25

Gostei do filme, mas falta algo. O que menos gostei foi do final, ficámos sem saber o que aconteceu com o livro dele.

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Setembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D