Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Point-of-View Shot - Ice Age: Dawn of the Dinosaurs

por Catarina d´Oliveira, em 13.07.09

 

"Sid: I am a single mother with 3 kids. "

 

O cinema de animação pode ser dominado pela Pixar, que integra com inigualável sucesso tecnologia de ponta com histórias persuasivas que emocionam e desafiam a imaginação; mas outros valores coexistem. A FOX, por exemplo, demonstra com o franchise Ice Age que também tem algo a dizer.

 

As sequelas nunca têm tarefa fácil; sejam live-action ou animações, à terceira ou quarta aventura já as próprias personagens começam a acusar o peso dos filmes anteriores. Devo admitir que Ice Age: The Meltdown foi uma desilusão para mim…poucos foram os momentos em que soltei gargalhadas e o enredo foi pobremente desenvolvido. De tal forma que já nem me lembro com clareza de que tratava. Assim, parti para Ice Age: Dawn of the Dinosaurs de pé atrás; preparada para não ser encantada. Felizmente, a surpresa aconteceu e o terceiro “take” do gang da Idade do Gelo voltou a ganhar algum encanto do primeiro filme. 
 
A vida começa a mudar… Manny e Ellie são agora um casal que espera o primeiro filho, o que deixa Manny extremamente ansioso em deixar tudo perfeito para quando o rebento chegar.
Diego sente que o seu instinto de predador se começa a perder e decide afastar-se do grupo sozinho, o que deixa Sid um pouco sozinho e também ele a desejar uma família própria. Enquanto deambula por uma gruta, depara-se com três grandes ovos que decide adoptar como seus… o problema é que estes são ovos de dinossauro, e a mamã T-Rex não ficou nada contente. Assim, Sid vai parar a um mundo subterrâneo povoado pelas assustadoras criaturas que, pela altura da idade do gelo, já deveriam estar extintas. Manny e os outros farão o que podem para o salvar mas não sem a ajuda de um novo herói, Buck, uma doninha com ares de pirata.

 

 

Do grupo pré-histórico, Sid tinha a história mais interessante, divertida e foi sem dúvida o mais inspirado dos personagens. As tentativas de educar os três dinossauros proporcionam bons momentos cómicos e Sid é sem dúvida uma mamã que passamos a adorar.


O resto da comédia é desinspirado. Na última metade do filme não há muito tempo para nada uma vez que é um autêntico tornado de salvamentos dentro de salvamentos dentro de salvamentos

 

Para minha tremenda infelicidade, não achei Scrat o mesmo. Claro que as suas aventuras mirabolantes na perseguição da bolota sagrada continuam os ventrículos do filme, mas perderam algum fôlego. Algumas sequências pareceram-me cansadas e/ou recicladas, e a alegria em vê-lo tomar conta do ecrã já não foi bem a mesma… terá sido pela sua nova parceira de aventuras? A sensual Scratte? Não sei… mas será uma possibilidade.

 

 

Buck é a nova adição ao grupo e, simultaneamente, funciona e não funciona. Por um lado tem uma figura apelativa, o que nos leva a, uma vez mais, retirar o chapéu à equipa criativa por trás do franchise. Os ares de pirata e maverick assentam que nem uma luva a um “outcast” num mundo perdido. O facto de se levar em grande conta também dá muita personalidade; afinal acha-se um grande herói e explorador quando muitas vezes, apesar de acabar a situação na mó de cima, meter muita gente em sarilhos. Simon Pegg também dá muita cor a Buck com o sotaque britânico a exaltar ainda mais a natureza confiante da doninha de um olho. Todavia, e não sei muito bem explicar porquê, não consegui achar tanta graça quanto seria de esperar ao personagem e não me identifiquei muito com ele…

 

O enredo propriamente dito é claramente simples e sem grandes pontos de interesse, o que é de certa forma compensado. O objectivo não é propriamente contar uma história mas extrair todos os elementos cómicos possíveis de cada situação. Ice Age 3 é visualmente inventivo e criativo, e nesse sentido, arrebatador.

 

Duvido que a história dos dinossauros tenha sido incluída por outro motivo que não o comercial… dinossauros vendem, e vendem bem. Toda a gente sabe disso. Por isso as discussões sobre as incongruências do filme acabam por cair no ridículo. Se formos por aí, nem todos aqueles animais podiam estar juntos no mesmo espaço…

 

 

É provável que em Setembro, no regresso às aulas, alguns professores tenham de tomar alguns minutos das suas aulas para explicar aos seus jovens alunos que, na verdade, a Idade do Gelo não marcou o reaparecimento dos Dinossauros. Primeiro, porque eles nunca reapareceram; segundo, porque, pelo menos que se saiba e para grande desgosto infantil, não existem outros mundos (possivelmente mágicos) por baixo desta terra que pisamos…
É claro que um filme é um filme. E ainda para mais, no caso, uma animação não é especialmente fiel aos factos.

 

Ice Age:Dawn of the Dinosaurs é diversão familiar pura; não tanto humor físico para as crianças e piadas com referências culturais para os adultos, mas um produto que fará rir adultos e crianças ao mesmo tempo e das mesmas coisas. E isso é, sem qualquer dúvida, um feito.
 

 

7.5/10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Filipe Coutinho a 15.07.2009 às 00:03

Ora bem, de um modo geral concordo com a crítica. Dou 7 em 10 ao filme. É excelente a nível familiar mas não deixa de me parecer um pouco infantil, a léguas dos filmes da Pixar.

Bjs
Sem imagem de perfil

De Dudu233a a 09.08.2009 às 21:51

Melhor animação de 2009!

Realmente, o filme tem alguns pontos fracos. Mas em um contexto geral, levando em conta todas as outras versões 1 e 2, considero o melhor filme de animação ja feito!
A questão da inclusão dos dinossauros em plena era do gelo causou um pouco de confusão, mas nada que uma boa pesquisada resolva. Adorei o personagem Buck a super doninha, e também as arriscadas aventuras pelo "Mundo Subterraneo" ...
Este filme é promissor para nós, ainda mais tendo o Diretor brasileiro, Carlos Saldanha que está atualmente no topo dos melhores diretores de animações do Mundo.
E está planejando para 2011 uma animação chamada "Rio", que conta um pouco da história do nosso país ao mundo todo.
Enfim, Quem não viu assista, pois é diversão familiar Total, Muito Bom!

Obrigado! Ate...

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D