Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Point-Of-View Shot - The Dark Knight (2008)

por Catarina d´Oliveira, em 24.07.08

 

“Some men aren't looking for anything logical. They can't be bought, bullied, reasoned or negotiated with. Some men just want to watch the world burn.”
 
 
Joker, Joker, Joker...Wow! Por onde começar…
Talvez pela história, para entrar um bocadinho no ambiente.
 
Bom, nesta mais recente adaptação cinematográfica do “homem-morcego”, reatamos a acção cerca de um ano depois daquilo que foi o final de Batman Begins: Bruce Wayne (Batman) continua a sua incansável busca pelos criminosos de Gotham com a ajuda do oficial Jim Gordon e do Promotor Público, Harvey Dent, tendo este trio feito várias detenções importantes.
 
Tudo parece correr dentro do planeado quando aparece um perigoso e genial criminoso que se auto-intitula de Joker e que espalha o terror por Gotham. O Joker parece não desejar nada, apenas destruição. Para parar esta ameaça, além de ter de utilizar toda a tecnologia disponível, todos os acessórios, toda a inteligência, Batman vai ter de, acima de tudo, confrontar tudo aquilo em que acredita.
 
Batman Begins trouxe-nos uma nova e refrescante visão deste herói da noite: começou a construir-se uma era de filmes de super-heróis para adultos. The Dark Knight, a sequela, veio aperfeiçoar e embelezar ainda mais o que o seu antecessor tinha já criado.
 
Felizmente, e apesar de a grande estrela ser o Joker, The Dark Knight não se conta apenas por isso, mas por muitas outras coisas.
 
The Dark Knight não deve ser visto APENAS como um filme sobre um super-herói. Este é um filme de acção, um thriller, um policial, um drama, e até, uma comédia negra.
 
Christopher Nolan que já havia impressionado, volta a fazê-lo, dirigindo um filme ainda melhor e mais sombrio. O argumento e os diálogos tomam especial força na boca do Joker (que discutirei mais à frente), mas não só. A história é mais complexa, mais engenhosa, requer mais entrega e maturidade do espectador; e se estivermos dispostos a entregar-nos, espera-nos algo exímio.
 
A acção está quase sempre presente, e apesar de o filme ter sido avaliado como para “maiores de 13”, não acredito que jovens com menos de 16 anos o devam ver. No entanto, compreende-se, de certa forma, esta avaliação, já que muitas das sequências são cortadas repentinamente ou filmadas de ângulos escuros que não permitem discernir totalmente o que se passa, apesar de o conseguirmos supor.
Mas além de uma “obra-prima” de acção, este Dark Knight é ainda um brilhante thriller psicológico a vários níveis, com o melhor vilão de Comics já visto em cinema a jogar as cartas do destino.
 
Os efeitos especiais têm uma utilização especialmente inteligente: apenas e só quando são necessários, sem demasiado espalhafato (nem demasiado ecrã verde) e fazendo uso do real o máximo possível. Mestria em efeitos espeiciais não significa usá-los a torto e a direito, como se não houvesse amanhã. Mestria, é utilizá-los no momento certo; e é isto que acontece, inequivocamente, em Dark Knight. Ainda a nível técnico, Zimmer e Howard "ressuscitam" as sonoridades de Batman Begins adaptando-as a um tom mais negro e sombrio, resultando como uma mistura homogénea nas excitantes cenas de acção.
 
Passando ao elenco, Christian Bale regressa-nos como Batman, continuando o bom trabalho que tinha levado a cabo no primeiro filme. A minha única queixa prende-se com o tom de voz que criou para Batman: parece demasiado esforçado, nada natural, e, de certa forma, acaba por desviar um pouco a atenção.
 
Aaron Eckhart, como Harvey Dent, dá, juntamente com Ledger, força e vida ao filme. A evolução do personagem de Eckhart ao longo do filme dá uma volta de 180 graus, indo do combate contra o crime e implementação do bem até à vingança movida pelo ódio e por tudo aquilo que combatia antes. Sublime e surpreendente.
O elenco secundário é constituído por um trio fortíssimo de vencedores de Óscares: Morgan Freeman, Michael Caine e Gary Oldman. Todos brilhantes, com especial atenção para Oldman, outro dos grandes heróis deste filme, tanto em Gotham, como Jim Gordon, como no set, com uma performance sem falhas que torna Gordon um dos personagens mais queridos do filme.

 

 

E por fim, o inevitável: muito se falou da performance de Heath Ledger, muito será dizer pouco: merecedor de nomeação, merecedor de Óscar pelo “papel que o levou à morte” (como alguns dizem…). Tudo isso não interessa, são apenas extras ou acrescentos, porque tudo isso nos afasta do essencial: o Joker e o que Ledger fez dele.

 
Um mês fechado num quarto de hotel, sozinho, a preparar a voz, os gestos doentios, o olhar, a loucura, o riso, aquele riso. Tudo isto fez Heath Ledger para construir este Joker.
 
O papel da sua vida. Estrondosamente brilhante, quase é possível sentir a sala inteira em suspenso, com a respiração sustida, cada vez que a macabra personagem aparece no ecrã. Visceral, desconcertante, completamente diferente de tudo o que já tenhamos visto, completamente embriagado numa loucura esquizofrénica. Arranca arrepios, risos nervosos, risos culpados... “devia estar a rir-me disto?” Tudo deixa de ter importância, é o Joker.
 
Chega a ser incrível que, quando abandonamos a sala e pensamos no que acabámos de ver, recordamos (estranhamente) inúmeras partes de diálogos do filme… o que é mais curioso? Em todos está presente o Joker. Cativante. Nem há mais adjectivos para o descrever… O melhor que posso dizer é: vejam por vocês mesmos. Não se vão arrepender!
 
Na minha opinião, e sem fazer qualquer previsão (precipitada), a nomeação de Ledger é mais que justificada.
 
É a melhor adaptação de um Comic…e provavelmente, assim será por muitos anos. É, contudo, um filme com falhas; falhas menores, mas que existem. Talvez a mais proeminente seja a duração: as excessivas duas horas e meia...
 
Não é o melhor filme de sempre. Talvez nem venha a ser o melhor filme do ano… mas The Dark Knight é um filme para o público, e um grande filme. E tem o Joker…
E uma vez dentro da sala, já ninguém pensa em mais nada…
 
 
“And then he puts the knife in my mouth, like this, and says: - Let's put a smile on that face!"
 
 
(dentro do género, sem dúvida, o melhor que já vi)
9/10

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De CinemaBox a 25.07.2008 às 10:59

Olá catarina .

Primeiro, deixa-me agradecer-te pelo email que me enviaste e por me visitares no meu cantinho. É sempre bom sentir este feedback por parte de quem lê os nossos textos. Agradeço e ao mesmo tempo peço-te desculpa só te responder agora. Mas como sabes estive numa espécie de celibato cinéfilo para me preparar para o The Dark Knight . De qualquer forma deixa-me dizer-te que gostei do teu blog e da forma como escreves, e obviamente vou adicionar-te aos meus favoritos e vou também começar a visitar-te (nos próximos tempos vai ser complicado porque vou de férias, mas sempre que possa acredita que passo por aqui).

Em segundo, o tão esperado The Dark Knight . Fui com muita expectativa ver o filme como sabes. Mas infelizmente, não me arrebatou como estava à espera... Gostei do filme, é um bom filme, mas (e nem imaginas o quanto me custa dizer isto) não acho que seja a obra-prima aclamada por muitos. Se calhar até posso estar a ser picuinhas, mas houve muitos pormenores que simplesmente me fizeram torcer o nariz. Espero que mude de opinião da segunda vez que o veja (sim, tenho de o ver outra vez), porque até me sinto meio triste por ver que a maioria das pessoas adorou o filme, e eu que esperei tanto para o ver acabei por ficar desiludido. Já pus a minha crítica no meu blog, se quiseres passa por lá. Aviso-te que é uma espécie de testamento lol mas quando saí da sala precisei logo de ir desabafar para o computador...

Cumprimentos cinéfilos...

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

free hit counters


Action Props Jogos
Awards Season Época de Prémios
Deep Focus Artigos
Flashback Regresso ao Passado
Flashforward Notícias e Projectos
Freeze Frame Shot Imagens
Master Shot Listas e Tops
Mise en Scène Trailers e Posters
New Shots Estreias
Outtake Fora da Sétima Arte
Point-of-View Shot Críticas
Pull Back Shot Um olhar sobre o passado das Estrelas
Smash Cut Citações
Snorricam Extras
Widescreen Cenas Icónicas

. Blog Oficial


Membro do Círculo de Críticos Online Portugueses

. Blog Oficial




Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D